Esportes

Com um a mais e árbitro confuso, Vasco empata com o Sport

Vasco voltou a não jogar bem e empatou em 1 a 1 com o Sport 

Clayton Neves Publicado em 26/09/2017, às 00h05

None

Vasco voltou a não jogar bem e empatou em 1 a 1 com o Sport 

Com um a mais em quase todo o jogo, o Vasco voltou a não jogar bem e empatou em 1 a 1 com o Sport na noite desta segunda-feira, na Ilha do Retiro, em mais uma rodada do Campeonato Brasileiro. O time comandado por Zé Ricardo conseguiu levar pressão do time pernambucano, sem muita criação e objetividade. Muitos erros de passe atrapalharam o rendimento cruz-maltino.

Nos primeiros 20 minutos de partida, o Vasco jogou nada, foi completamente dominado pelo Sport. Nenhuma tentativa da equipe comandada por Zé Ricardo tinha êxito. O time de Vanderlei Luxemburgo, por outro lado, aproveitava o fator casa e não parava de pressionar, dando bastante trabalho ao goleiro Martin Silva. 

A situação do Vasco melhorou um pouco justamente após este primeiro período. Diego Souza, sempre com ânimo explosivo, reclamou acintosamente com o árbitro Sandro Meira Ricci, levou o cartão amarelo, não parou a reclamação, e foi expulso. Prejudicando todo o trabalho do Sport para a partida. 

O fato de estar com um jogador a mais fez enfim o Vasco entrar no jogo. Mesmo ainda com muitos erros de passe de Jean, a equipe cruz-maltina passou a criar e levar um pouco de perigo. Senti falta de velocidade na rodagem da bola, por exemplo. Na primeira vez que tudo funcionou, gol marcado. Aos 38, Nenê recebeu de Yago Pikachu e mandou para o gol, abrindo o marcador para o Vasco. 

Na volta para o segundo tempo, o Vasco recuou um pouco, dando espaço para o Sport, mesmo com um a menos, conseguir trabalhar a bola e manter o ritmo ofensivo. Aos 20, duas chances claras. Na primeira, Martin Silva salva finalização de André e, na sequência, Breno evita o chute também de André na hora H. 

Ricci novamente foi personagem do jogo aos 24. Errou em marcação de pênalti a favor do Sport em lance com Anderson Martins, mas consertou o erro três minutos depois ao ser alertado por seu auxiliar. Mais uma prova de que o árbitro de vídeo deve ser adotado rápido pela CBF. 

O Sport não se abalou e aproveitou um Vasco que parecia não estar com os 11 jogadores em campo. Aos 39, Raúl Prata achou André e, sem marcação, igualou o marcador de forma merecida. O jogo terminou com um empate justo, mesmo com as adversidades. Para o Vasco resta ter tranquilidade na sequência. 

Jornal Midiamax