Esportes

Mesmo com um a mais, Flu não passa do empate com Coritiba

Atacante Kléber entrou no primeiro tempo e o árbitro diz que foi xingado

Clayton Neves Publicado em 23/10/2016, às 23h50

None
580d2ba78422f.jpeg

Atacante Kléber entrou no primeiro tempo e o árbitro diz que foi xingado

Ninguém ficou totalmente satisfeito com o 1 a 1. Mas por ter ficado um tempo inteiro com um jogador a mais, o sentimento do Fluminense foi de derrota para o Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira. O Tricolor segue fora do G6, agora com 47 pontos. Com 38 pontos, o Coxa não desgarra, mas segue fora da zona de rebaixamento. 

O Fluminense parecia mais organizado e teve uma boa chance logo aos 12 minutos. Richarlison recebeu de Gustavo Scarpa e chutou por cima. Era o indício do que aconteceria dois minutos depois. Gustavo Scarpa cobrou falta e Gum subiu nas costas de Luccas Claro para marcar. Estava aberto o placar.

Pouco criativo, o time da casa conseguira só uma chance, com Leandro, para fora. Até que Carpegiani fez duas alterações para tentar mudar o panorama. 

Mas as coisas mudaram mesmo aos 40. Dois minutos após entrar em campo, Kleber cometeu falta em Wellington Silva, xingou alguém, o árbitro Raphael Claus entendeu que era com ele e expulsou jogador do Coxa. Naturalmente, o lance gerou muita reclamação. 

Na segunda etapa, o Coritiba, dentro de suas limitações, tentava agredir a equipe visitante. Porém, só armava os contragolpes do rival. Aos oito minutos, Wellington fez grande jogada, mas, na cara do gol, chutou para fora. Aos 13, Richarlison cruzou e o mesmo Wellington não alcançou. Outra chance clara. 

E tal qual o ditado, "quem não faz"… mesmo com um jogador a menos, o Coritiba chegou lá. Kazim lançou Leandro que, aos 18 minutos, empatou o jogo. 
O jogo seguiu equilibrado, por mais que os mandantes errassem muitos passes, o Tricolor também era incapaz de superar o goleiro Wilson. Goleiro que precisou jogar por cima bola que Marcos Junior, num lance estranho, quase conseguiu encobri-lo, aos 33. 

Aos 43 minutos, Wellington Silva cruzou e Giovanni, sozinho, mandou para fora. No minuto seguinte, Juan obrigou Júlio Cesar a fazer grande defesa. Ainda deu tempo de Marcos Junior, aos 44 minutos, acertar a trave. Fim de jogo emocionante, mas resultado ruim para os dois times. 

Jornal Midiamax