Esportes

EUA têm ouro histórico na ginástica, e Brasil fica em oitava colocação

Queda de ginastas brasileiras diminuíram pontuação da equipe

Ana Paula Chuva Publicado em 09/08/2016, às 20h59

None
selecao_america_ga.jpg

Queda de ginastas brasileiras diminuíram pontuação da equipe

Com vantagem de 8,209 pontos sobre a Rússia equipe de ginástica dos Estados Unidos conquistou o oura nas Olimpíadas 2016. Brasil ficou em sétima colocação em razão de algumas quedas das ginastas. Rússia ficou com a medalha de prata e China com a medalha de bronze.

Na equipe dos EUA estava Simone Biles, recordista de medalhas de ouro em mundiais e Gabrielle Douglas, campeã olímpica na modalidade individual geral. Equipe dominou em todos os aparelhos, no salto sobre cavalo abriu dois pontos de vantagem sobre a China, e apenas na trave a vantagem ficou menor que um ponto.

Brasil

A equipe brasileira sob o comando do campo-grandense,  Alexandre Batista de Oliveira Carvalho, mais conhecido como “Cuia” teve problemas logo no primeiro aparelho, segundo o Terra. Daniele Hypolito abriu a participação da equipe e somou 14,133. Jade Barbosa se desequilibrou e caiu da trave, recebendo apenas 13,033 pontos. Flávia Saraiva fechou com uma apresentação segura, somou 14,833. Com isso Brasil ficou com a sétima colocação ao final da primeira rotação.

Na segunda rotação Brasil ficou com a oitava posição. Jade Barbosa abriu a série no solo, mesmo com uma apresentação recheada de piruetas e ovacionada pela torcida, a pontuação da ginasta foi de 14,266. Logo em seguida Rebeca Andrade, ao som de Beyoncè, se desequilibrou no último movimento. Mesmo com um desempenho seguro teve pontos descontados após queda, fechando a pontuação em 12,966. Flávia Saraiva a última esbanjando carisma, recebeu 14,500 pontos.

Lorrane Oliveira abriu a terceira rotação no salto com um 14.566, uma boa nota para o Brasil.Jade Barbosa, em seguida com 14.933 pontos, motivo de muita comemoração nas arquibancadas e da própria atleta. Mas Rebeca Andrade se recuperou e com um movimento de alto grau de dificuldade finalizou com 15,400 pontos, deixando a seleção brasileira na sexta posição na classificação geral.

Nas barras assimétricas Lorrane abriu a última rotação com uma apresentação simples e sem erros finalizando com 14,166 pontos. Jade teve uma melhora na classificação fechou a apresentação com 14,391 pontos. Rebeca finalizou e recebeu 14,900 pontos dos juízes, de acordo com o Uol.

Na classificação geral Brasil ficou com o oitavo lugar. O que coloca o país entre as oito maiores potências na ginástica mundial.

Confira a classificação final da competição

1) Estados Unidos – 184,897 
2) Rússia – 176,688 
3) China – 176,003 
4) Japão – 174,371 
5) Grã-Bretanha – 174,362 
6) Alemanha – 173,672 
7) Holanda – 172,447 
8) Brasil – 172,087

Jornal Midiamax