Esportes

Com dois de Fred, Atlético-MG vence Vitória e cola no líder

Galo não encontrou facilidade, mas mostrou a força do seu elenco

Clayton Neves Publicado em 08/09/2016, às 00h58

None
57d09e2e9c8bb.jpeg

Galo não encontrou facilidade, mas mostrou a força do seu elenco

Eram 12 desfalques ao todo, incluindo jogadores que são titulares como Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo, Cazares e Pratto. Mas o Atlético-MG comprovou a força do seu elenco e venceu o Vitória por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, na Arena Independência, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Triunfo conquistado com dois gols de Fred – que ainda desperdiçou duas ótimas chances – e que mantém o Galo na caça ao líder Palmeiras.

Graças ao seu nono triunfo na condição de mandante neste Brasileirão, o Galo foi aos 42 pontos e ultrapassou o então vice-líder Flamengo – que enfrentará a Ponte Preta ainda nesta quarta – e ficou a um do líder Palmeiras, outro que também joga nesta noite. Já o Vitória segue com 26, passou a abrir a zona do rebaixamento e pode terminar a rodada no Z4. 

PRÓXIMOS JOGOS 

O Atlético voltará a atuar pelo Brasileirão na próxima segunda-feira, quando visitará o Fluminense, em Édson Passos, às 20h. Já o Vitória, dois dias antes, receberá o Flamengo no Barradão, às 18h30. 

GALO SAI NA FRENTE COM FRED 

O Atlético tentou, como era esperado, tomar as rédeas do jogo desde o início e teve boa chance com Carlos Eduardo logo com três minutos. Robinho, de 22 gols na temporada, levou perigo aos dez e deixou Fred sem goleiro pouco depois. Mas o camisa 99, após cometer falta em Ramon, acertou o travessão. As chances de gols eram atleticanas, mas o Vitória equilibraria a partida com o passar do tempo. 

O Rubro-Negro baiano chegou para o duelo com o Galo ostentando um aproveitamento de apenas 21,2% dos pontos disputados fora de Salvador (uma vitória, quatro empates e seis derrotas) e, após o Atlético criar boas chances de gol, o Leão passou a ter mais posse de bola e mostrou personalidade. Marinho, aos 37, teve ótima oportunidade, mas não passou por Giovanni. Mas caberia ao Galo sair na frente. Investida iniciada por Fred, passe de Carlos Eduardo e conclusão de primeira do centroavante, aos 45, sem chance para Fernando Miguel. 

LEÃO REAGE, MAS FRED VOLTA A DECIDIR 

Já com Clayton na vaga de Carlos Eduardo, o Galo não tardou para criar boa chance de gol com Edcarlos. O Vitória, por sua vez, mantinha a postura vista no primeiro tempo e tentava transpor a marcação rival. E o objetivo seria alcançado aos 12 minutos. Cobrança de escanteio, antecipação de Kanu e tudo igual em Belo Horizonte. 

A igualdade na Arena Independência não duraria muito. Após momentos de pressão na área rival, Fábio Santos deixou Fred na boa. Dentro da área, ele dominou a boa no peito e, aos 17 minutos, voltou a vencer Fernando Miguel. E Fred seguiria sendo o destaque do jogo. Boa chance perdida antes de abrir o placar, dois gols e… outra grande oportunidade desperdiçada. O camisa 99 ficou sem goleiro e acertou trave. Ele teve o rebote, mas não aproveitou. 

Os minutos finais fora de um valente Vitória tentando transpor a marcação atleticana em busca de um novo empate, mas sem a tranquIlidade necessária para atingir tal meta. E ainda houve tempo para Robinho, após nova falha de Fernando Miguel, errar o alvo. 

Jornal Midiamax