Esportes

Brasil inicia Olimpíada do Rio com vitória do futebol feminino sobre a China

Brasileiras abriram o placar aos 36 minutos

Midiamax Publicado em 03/08/2016, às 20h29

None
brasil-olimpiadas-feminino.jpg

Brasileiras abriram o placar aos 36 minutos

O Brasil começou os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com uma vitória da equipe de futebol feminino sobre a China por 3 x 0, nesta quarta-feira, em um clima festivo e com bom público no Estádio Olímpico.

Esse foi o primeiro evento dos Jogos envolvendo uma equipe brasileira, a dois dias da cerimônia de abertura do evento.

A seleção brasileira de futebol feminino busca no Rio sua primeira medalha de ouro olímpica, após ficar duas vezes com a prata, em Atenas 2004 e Pequim 2008.

Mesmo com sua maior estrela, Marta, bem marcada, o time comandado pelo técnico Vadão superou a forte –e às vezes desleal– marcação das chinesas para estrear com uma vitória fácil. Mais cedo, também no estádio conhecido como Engenhão, a Suécia bateu a África do Sul por 1 x 0 pelo mesmo grupo.

O primeiro bom momento do Brasil na partida aconteceu aos 14 minutos. Após cruzamento da esquerda, a atacante Cristiane chutou de primeira e a goleira Lina Zhao espalmou para escanteio.

Aos 29, Beatriz conseguiu boa arrancada, driblou uma adversária, mas acabou travada no momento do chute.

A seleção continuou pressionando e aos 33 minutos Cristiane teve um chute defendido em cima da linha por uma zagueira adversária. No rebote, Formiga chutou para fora.

Brasil inicia Olimpíada do Rio com vitória do futebol feminino sobre a ChinaDe tanto insistir, as brasileiras abriram o placar aos 36 minutos, com a zagueira Monica, de cabeça. 

O único momento de ameaça das chinesas no primeiro tempo ocorreu já nos acréscimos, em um recuo mal feito da lateral Fabiana que saiu para escanteio.

O Brasil continuou melhor no segundo tempo e ampliou aos 14 minutos, quando Marta, até então apagada no jogo, avançou pela direita e tocou para Andressa Alves completar para o gol.

Marta, cinco vezes eleita a melhor do mundo pela Fifa, quase ampliou em uma bela jogada individual, mas seu chute da entrada da área foi defendido pela goleira.

Substituída por Debinha a 10 minutos do fim, Marta foi muito aplaudida pelos torcedores, que ainda comemoraram um gol de Cristiane, de cabeça, aos 45 minutos, e gritaram olé ao final do jogo.

Cristiane é a maior artilheira do futebol feminino em Olimpíadas e chegou agora a 13 gols. Ela marcou cinco gols em Atenas, cinco em Pequim e dois em Londres-2012.

Jornal Midiamax