Esportes

Vasco domina Fluminense e vence clássico ‘na penumbra’

O clássico do Rio de Janeiro só foi interessante pela vontade das duas equipes

Diego Alves Publicado em 22/02/2015, às 22h08

None

O clássico do Rio de Janeiro só foi interessante pela vontade das duas equipes

Em um Estádio Nilton Santos com apenas 50% dos refletores ligados (para economizar energia) e público de somente 8.658 torcedores, o Vasco foi amplamente superior e venceu o primeiro clássico do Campeonato Carioca por 1 a 0, neste domingo. O time cruzmaltino dominou o Fluminense durante toda a partida, mas só conseguiu garantir o triunfo na parte final do segundo tempo, após gol de pênalti do zagueiro Luan. Veja como foi o jogo em detalhes.

O clássico do Rio de Janeiro só foi interessante pela vontade das duas equipes. Porque se fosse depender da técnica… O Vasco foi melhor no primeiro tempo, levando algum perigo ao gol de Diego Cavalieri, mas o jogo foi marcado mesmo pela briga e excesso de disposição apresentados no gramado do Estádio Nilton Santos. Houve lances mais fortes, discussões, empurrões… Quem mais se destacou foi o estreante atacante vascaíno Gilberto.

No segundo tempo, o time cruzmaltino seguiu melhor em campo. Diferentemente da primeira etapa, porém, passou a criar chances claras de gol. Foram duas as bolas que carimbaram a trave de Diego Cavalieri apenas depois do intervalo (uma com Rodrigo e outra com Júlio dos Santos). Enquanto isto, o Fluminense não agredia. Assim, foi castigado com um gol de pênalti de Luan já na parte final do segundo tempo.

O clássico também foi marcado pela atuação questionável do árbitro Luis Antônio Silva Santos. Primeiro, ele optou por dar cartão amarelo por simulação a Gilberto em lance no qual o goleiro Diego Cavalieri tocou o pé do atacante vascaíno e o derrubou dentro da grande área. Depois, não expulsou o já amarelado Guiñazu mesmo após lances mais ríspidos do volante argentino. O próprio pênalti que originou o gol da vitória vascaína foi polêmico.

Com o resultado, o Vasco ultrapassou o Fluminense na tabela de classificação do Campeonato Carioca e, com 14 pontos, chegou à terceira posição – o time tricolor é o quinto com 12. No próximo sábado, às 16h (de Brasília), a equipe cruzmaltina recebe o Bangu em São Januário, enquanto o Fluminense visita o Resende, mas no domingo, às 18h30.Mais de 100 presos

O clássico deste domingo, no Estádio Nilton Santos, teve público irrisório (8.658 torcedores), mas bastante confusão. Antes da partida, a Polícia Militar deteve mais de 100 torcedores de Vasco e Fluminense após brigas no entorno do estádio. Em uma primeira briga, 87 pessoas foram levadas para o Juizado Especial Criminal (Jecrim), dentro do Nilton Santos, após conflito perto de uma estação de trem. Depois, duas facções de torcidas organizadas do Vasco entraram em confronto, o que provocou a prisão de mais 20 torcedores.

Jogo na penumbra?

Os torcedores que assistiram à partida entre Fluminense e Vasco de casa podem ter achado que os seus aparelhos televisores estavam com problemas. “A imagem não está muito escura?”, devem ter se questionado. Não. A penumbra na qual foi disputado clássico foi provocada pelo próprio Estádio Nilton Santos, que, por economia de energia, sediou o jogo com apenas 50% dos refletores ligados. Antes de a bola rolar, até mesmo o goleiro Diego Cavalieri reclamou da escuridão.

Jornal Midiamax