Esportes

Treinador de GSP compara caso de Spider ao de Lance Armstrong: ‘É horrível para o esporte’

O treinador, assim como o atleta, defende um esporte limpo

Clayton Neves Publicado em 09/02/2015, às 14h17

None
anderson.jpg

O treinador, assim como o atleta, defende um esporte limpo

Anderson Silva sempre foi considerado por muitos o melhor lutador de todos os tempos, por sempre ter uma atuação impecável dentro do octógono, com vitórias conquistadas através de lutas épicas, que impressionavam os fãs de MMA. No entanto, todos foram pegos de surpresa na última terça-feira (3), quando o brasileiro foi flagrado em exame antidoping por uso de duas substâncias (Drostanolona e Androsterona) e ,desde então, teve seu nome citado a todo momento no noticiário.

Em meio ao caso de doping de Spider, Georges St-Pierre – que sempre foi contra e externava a sua insatisfação em relação aos atletas que eram flagrados em exames -,declarou que o UFC deveria realizar testes mais severos com os lutadores. No entanto, seu treinador, Firas Zahabi, foi ainda mais além e comparou o caso de Anderson com Lance Armstrong, ciclista que foi pego e foi banido do esporte, além de perder todos os títulos que conquistou. Em entrevista ao site “LaPresse”, o treinador de GSP falou que a situação do ex-campeão do peso-médio do Ultimate prejudica o esporte.

“É horrivel para o esporte. Lance Armstrong não ajudou o ciclismo. Muitas pessoas foram inspiradas pela sua história, e, então, aprendemos que é uma mentira. Agora vivemos algo similar no nosso esporte. Um erro com dois tipos de esteroides? Lamento, mas não somos tolos”, disse Firas Zahabi.

O treinador de GSP, assim como o atleta, defende um esporte limpo, acrescentando que se os casos de doping permanecerem no esporte, uma fatalidade pode acontecer.

“Eu, pessoalmente, desejo que o esporte seja limpo. Porque um dia, alguem morrerá no octógono. Nosso esporte já é bastante perigoso e se acrescentarmos o doping nele, se torna uma tolice”, concluiu.

Jornal Midiamax