Esportes

Rony Jason é pego no doping, recebe suspensão e perde vitória no UFC Goiânia

A suspensão é retroativa à data do evento

Gerciane Alves Publicado em 18/06/2015, às 19h42

None
rony.jpg

A suspensão é retroativa à data do evento

Mais um caso de doping no MMA eclodiu nesta quinta-feira (18). Vitorioso no UFC de Goiânia, realizado no último dia 30, Rony Jason foi pego no exame antidoping pelo uso do diurético hidroclorotiazida e recebeu uma suspensão inicial de nove meses. Além disso, o triunfo sobre Damon Jackson – por finalização no primeiro round – foi transformado em No Contest.

A suspensão é retroativa à data do evento. Os 50 mil dólares conquistados por Jason como bônus por sua performance deverão ser devolvidos, já que o UFC não paga premiações a atletas flagrados no doping.

Confira o comunicado da CABMMA:

“A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) informa que todos lutadores foram submetidos aos exames de controle anti-doping para detectar a presença de agentes anabólicos, diuréticos/agentes mascarantes, estimulantes e canabinóides, no UFC Fight Night Condit vs. Alves realizado em Goiânia/GO no dia 30 de maio de 2015.

O atleta Rony Mariano Bezerra de Lima teve o resultado do seu exame como adverso para o diurético hidroclorotiazida, substância proibida pelo código mundial de controle de dopagem (WADA). O atleta será suspenso por nove meses, retroativo à 30/05/2015, e o resultado de sua luta será revertido para “no-contest”. Os demais atletas tiveram resultados negativos em seus respectivos exames

Todos os exames foram coletados por um DCO (Doping Control Officer) certificado pela WADA/ABCD e enviados para um laboratório credenciado pela WADA em Los Angeles, CA/EUA”

Jornal Midiamax