Esportes

Romário aposta em ouro inédito no Rio 2016: “Chegou nossa vez”

Em 88, a gente tinha bastante condição de ser campeão

Midiamax Publicado em 06/11/2015, às 13h56

None
senador_romario_cc.jpg

Em 88, a gente tinha bastante condição de ser campeão

O ex-atacante e hoje senador Romário está confiante na conquista da inédita medalha de ouro para o futebol brasileiro nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Para o Baixinho, chegou a vez da Seleção Brasileira parar de bater na trave, como fez nos Jogos de Seul, em 1988, e finalmente subir no lugar mais alto do pódio.

“Em 88, a gente tinha bastante condição de ser campeão. Saímos na frente da decisão, mas a Rússia acabou virando o placar em dois erros nossos. Assim como nos anos anteriores, perdemos na final. É um título que o Brasil realmente precisa, e eu acredito que ano que vem vai ser a nossa vez”, falou.

Romário também relembrou os bastidores das Olimpíadas de Seul, quando, aos 22 anos, foi o artilheiro do torneio de futebol masculino, com seis gols. “Além dos gols, me lembro da Vila Olímpica. Estar junto com os atletas do mundo todo é uma memória que eu tenho bem viva. No horário do almoço, do jantar, todos se juntavam”, recordou o ex-craque.

Além de Seul 88, o Brasil ficou com a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984 – derrota para a França na final -, e na última edição do torneio, em Londres 2012 – revés diante do México. O futebol canarinho leva, além das pratas, mais duas medalhas de bronze no currículo: em Atlanta 96 e Pequim 2008.

Jornal Midiamax