Rachão de carros vai agitar o autódromo de Campo Grande no próximo domingo

Competição vai reunir amadores que são apaixonados por velocidade
| 19/05/2015
- 22:00
Rachão de carros vai agitar o autódromo de Campo Grande no próximo domingo

Competição vai reunir amadores que são apaixonados por velocidade

O autódromo internacional de Campo Grande vai ser palco do Rachão de carros no próximo domingo (24). Segundo a organização do evento pelo menos 50 competidores devem participar da primeira competição do tipo realizada no autódromo neste ano.

A organização do evento é feita pela auxiliar de recursos humanos Mariana Joaquim Borges e pelo irmão dela. Ela diz que qualquer tipo de carro pode participar do evento, ‘mexido’ ou não. Os dois organizam os eventos há mais de uma década e em anos anteriores, os eventos eram feitos uma vez por mês na Capital.

A organizadora afirma que um dos diferenciais do evento é a segurança aos participantes. “Tira a gurizada das ruas. É no autódromo, têm bombeiros, segurança e tem o cronômetro para marcar os tempos”, diz. Segundo ela, antes das provas no autódromo, muita gente tirava racha nas ruas, causando perigo para o motorista e para quem está na rua.  

Nas provas, o cronômetro marca o tempo que os carros levam para percorrer a distância de 201 metros. Conforme a Mariana, não há uma regra para definir os adversários e não é necessário carros similares para entrar na pista. Às vezes é o público que pede ou os competidores escolhem ‘duelar’. E para quem pensa que o rachão é coisa só para homem, ela conta que pelo menos duas participantes são frequentes no evento. Uma delas inclusive, já competiu contra o marido. A outra, costuma participar junto com o irmão.  

Entre os participantes, estão apaixonados por carros e pela velocidade. O vendedor de medicamentos Anderson Feitosa, diz que correr com um carro turbo é um sonho de criança. Ele participa deste tipo de evento desde 2007, quando teve um Gol turbo. Parou por um tempo e nesse ano, com um carro novo, um I30, decidiu voltar ‘a brincar’.

“A adrenalina vai a mil. Não consegue nem pensar direito”, diz. Feitosa também ‘mexeu’ em algumas coisas do carro e conta curiosidades sobre o veículo. Segundo ele, o carro é ‘aspirado, por isso, torce para que frio vá embora, pois o veículo corre melhor no calor.  

O autônomo Luciano Meneses Costa, diz que acompanha os rachões desde 2003, quando ia assistir. Quando teve o próprio carro, começou a participar e ‘pegou o gosto’. Ele tem com carro ‘mexido’ e diz que após cada participação vai preparando o carro, de acordo com o resultado. “Mexer no motor, mas sem modificar o original”, explica.

“É muito bom. São dez a 11 segundos, mas vale a pena”. Questionado se venderia o carro, ele diz que nem pensar.

O Rachão Amador será realizado no domingo (24), das 9 horas às 17 horas, no Autódromo Internacional de Campo Grande. A entrada custa R$ 15 para público. A inscrição para competidores será feita na hora e também terá uma taxa. Para competir é obrigatório o uso de cinto de segurança e capacete para piloto e passageiro. 

Veja também

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) oferece 1.215 vagas de emprego...

Últimas notícias