Esportes

Osorio indica saída do São Paulo, mas adia decisão

Decisão deve ser anunciada na quarta-feira

Evelin Cáceres Publicado em 04/10/2015, às 11h10

None
osorio.jpg

Decisão deve ser anunciada na quarta-feira

O técnico Juan Carlos Osorio ainda não anuncia a saída do São Paulo, mas já indica com clareza que deverá deixar o clube. Na noite deste sábado (3), após a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, o treinador entrou na sala de entrevistas coletivas do Morumbi, pediu a palavra e fez um pronunciamento sobre sua negociação com a seleção do México. Em tom de despedida, Osorio adiou o anúncio para quarta-feira e indicou que tenta conciliar a possibilidade de ficar até o fim do ano no São Paulo, hipótese que até agora não foi aceita pelos mexicanos.

“Essa é uma decisão que não tem dinheiro. É uma decisão pessoal, familiar. Muito se falou do tema. É uma decisão de objetivos profissionais, de sonhos de ser humano. Por sugestão de um membro da diretoria a quem respeito profundamente eu estou fazendo o possível porque coincidem alguns tempos. Eu espero ter uma decisão final para quando a equipe voltar, depois de dois dias de descanso, que é quarta-feira. É um esforço muito grande não envolver nenhum dos meus jogadores nisso. A equipe fez partidas muito boas”, disse Osorio.

O treinador colombiano chegou a se desculpar pela demora em decidir. “Quero publicamente pedir desculpas as pessoas ligadas ao São Paulo que eu involuntariamente tenha afetado na minha decisão, em especial aos torcedores”, afirmou o treinador, que chegou a chamar de “tortura” o que tem passado.

Osorio tem uma proposta para dirigir a seleção mexicana. O técnico não esconde que seu desejo é participar de uma Copa do Mundo. O sonho poderá ser realizado no Mundial da Rússia, em 2018, quando ele terá 57 anos. No entanto, o treinador colombiano tenta convencer os mexicanos a deixar seu atual emprego ao fim da temporada, opção que o México não abriu até o momento.

“Em um mundo perfeito deveria ser assim. Mas certamente a você houve decisões que chegaram em um momento que não esperava”, lamentou Osorio.

O colombiano chegou ao São Paulo em junho deste ano, após três temporadas de sucesso no Atlético Nacional — no clube, Osorio conquistou seis títulos. No São Paulo, o treinador precisou superar um desmanche, com a perda de oito jogadores: Denilson, Souza, Paulo Miranda, Boschilia, Rafael Toloi, Jonathan Cafu, Dória e Ewandro.

Desde que chegou ao São Paulo, Osorio comandou o time em 29 oportunidades, com 13 vitórias, sete empates e nove derrotas. O aproveitamento é de 52,9%. Com o triunfo sobre o Atlético-PR, o time paulista dorme no G-4, na quarta colocação, com 46 pontos em 29 partidas do Brasileirão.

Jornal Midiamax