Esportes

Nada de Ferrari: Hamilton renovará com Mercedes por 3 anos

A renovação do inglês será definida até o dia 10 de maio

Gerciane Alves Publicado em 24/04/2015, às 14h43

None
hamilton.jpg

A renovação do inglês será definida até o dia 10 de maio

Atual campeão do Mundial de Fórmula 1 , Lewis Hamilton deve mesmo permanecer na Mercedes. Pelo menos foi o que disse o presidente de honra da equipe alemã, o ex-piloto Niki Lauda. Segundo o dirigente, a renovação do inglês por mais três anos de contrato será definida até o dia 10 de maio, quando acontece o GP da Espanha, em Barcelona. As especulações de que ele poderia se transferir para a Ferrari, então, devem esfriar.

“Posso garantir que Lewis estará conosco (Mercedes) no ano que vem e também nos próximos três. Tudo estará pronto para o Grande Prêmio da Espanha, em 10 de maio”, revelou o austríaco.

Embora aponte que a direção em Brackley não esteja de acordo com os valores pedidos por Hamilton, Lauda adianta que o “salário não será um problema”. O bicampeão do mundo deverá receber mais de 51 milhões de euros (cerca de R$ 165 milhões) por temporada, incluindo o valor fixo e premiações por meta atingidas, tornando-se o piloto mais bem pago da categoria.

Outro que vive uma situação de incerteza quanto ao futuro é Kimi Raikkonen. O finlandês terá o contrato encerrado com a Ferrari ao final desta temporada e só será prorrogado caso o piloto conquiste importantes resultados neste ano. Uma possível ida de Hamilton à escuderia italiana foi rechaçada por Lauda: “não existe essa chance”. Por sua vez, o britânico avisou que não tem em mente “pilotar para a Ferrari a curto ou médio prazo”.

Chefe do time de Maranello, Maurizio Arrivabene afirmou que as especulações podem motivar Raikkonen a conseguir melhores resultados: “é bom que todos os pilotos queiram correr pela Ferrari, isso põe um pouco de pressão em Kimi”.

Jornal Midiamax