Esportes

Messi faz tratamento para curar problemas de vômito

Messi revelou que isso é uma coisa comum e acontece não apenas durante nos gramados

Clayton Neves Publicado em 24/04/2015, às 20h58

None
27argentinaalemanhaapthemba-hadebe.jpg

Messi revelou que isso é uma coisa comum e acontece não apenas durante nos gramados

Lionel Messi parece ter encontrado a solução para seus vômitos repentinos, tão frequentes ao longo de sua carreira no futebol . De acordo com a imprensa italiana, o craque do Barcelona aproveitou o dia de folga e foi à província italiana de Porderone se encontrar com o doutor Giuliano Poser, nutricionista responsável pela alimentação dos jogadores do clube catalão, com quem estaria fazendo um tratamento desde o início do ano para curar o distúrbio.

Esta seria a terceira visita do argentino ao consultório de Poser, ao qual chegou por recomendação do colega de Argentina Martin Demichelis. Embora o camisa 10 sempre tenha alegado não saber o motivo das regurgitações, ele revelou que isso é uma coisa comum e acontece não apenas durante nos gramados, mas em treinamentos ou em sua casa.

Seu pai, Jorge Messi, chegou a explicar que as causas eram “estresse e um pequeno problema”. Agora, o atleta argentino parece determinado a saber exatamente qual é esse problema e encontrar uma solução. O atacante já foi visto vomitando em alguns jogos do Barcelona e da seleção argentina na Copa do Mundo, inclusive na final com a Alemanha em junho do ano passado. Misterioso, o doutor Poser revelou que Messi também faz outros tratamentos, mas a ética profissional o fez manter o sigilo.

“Lionel veio aqui para fazer outros tratamentos também, mas por razões profissionais eu não posso dizer quais são eles”, afirmou o Dr. Poser em entrevista à Gazzeta Dello Sport. “Eu trabalhei com atletas por 20 anos, até mesmo de outros esportes como ciclismo e esqui alpino. Messi veio aqui graças ao boca a boca que circula entre os jogadores de futebol e agentes”, acrescentou.

O médico também disse cuidar da saúde de diversos atletas da Argentina e assumiu ter uma amizade próxima com o técnico da seleção, Gerardo Martino, o que pode ter levado Messi a seu consultório. “Eu tenho uma ótima relação com Martino. Isso mostra que o fato de Messi estar aqui tem a ver com meus contatos no futebol argentino”, completou.

Jornal Midiamax