Esportes

Médico diz que Anderson Silva nega doping e está abalado

 O brasileiro nega o uso de esteroide anabolizante e vai pedir uma contra-prova do exame

Clayton Neves Publicado em 04/02/2015, às 12h34

None
07andersonemocionadojoshhedgeszuffallcgetty.jpg

 O brasileiro nega o uso de esteroide anabolizante e vai pedir uma contra-prova do exame

Anderson Silva e sua equipe ainda não se manifestaram sobre o exame que detectou substâncias proibidas no corpo do lutador. Mas Márcio Tannure, médico diretor da Comissão Atlética Brasileira de MMA, fez algumas revelações após conversar com Anderson. De acordo com ele, que deu entrevista ao Sportv, o brasileiro nega o uso de esteroide anabolizante e vai pedir uma contra-prova do exame.

Tannure disse que Anderson está muito decepcionado por causa da notícia: “ele alega não ter feito o uso e, antes de se pronunciar, vai esperar terminar esse processo, que está em andamento”. O médico disse que Anderson quer provar sua inocência no caso.

Tannure também comentou sobre o que pode ter acontecido de errado no exame. Segundo o médico, existe a possibilidade de um erro no laboratório e ainda é preciso esperar mais resultados: além da contra-prova, outros dois exames foram feitos posteriormente e também darão mais informações. Exatamente por isso a Comissão Atlética de Nevada ainda não se pronunciou – só divulgou o resultado no internet porque é obrigada por lei.

Anderson Silva enfrentou Nick Diaz no domingo passado e venceu por decisão unânime dos juízes. Porém, menos de três dias depois, foi flagrado em exame antidoping realizado no dia 9 de janeiro. Ele tinha a substância drostanolona no corpo, que é um esteroide anabolizante.

Jornal Midiamax