Esportes

Eduardo Costa diz ter sido chamado de ‘macaco’ por Argel

O jogador registrou Boletim de Ocorrência contra o treinador

Diego Alves Publicado em 15/05/2015, às 01h33

None
argel.jpg

O jogador registrou Boletim de Ocorrência contra o treinador

A polêmica entre o volante Eduardo Costa, do Avaí, e o técnico Argel Fucks, do Figueirense, ganhou mais um capítulo na tarde desta quinta-feira. Após a confusão na noite de quarta, o jogador registrou Boletim de Ocorrência contra o treinador, que também já havia ido à polícia para relatar a versão dos fatos na última madrugada. Segundo o atleta, ele teria sido chamado de “macaco”.

O documento foi registrado na 1ª Delegacia Policial de Florianópolis, com a explicação de Eduardo Costa sobre a situação. De acordo com ele, Argel teria provocado a torcida do Avaí , e o volante pediu para que o técnico parasse. Logo em seguida, o treinador teria partido para cima do rival, xingando-o de “seu macaco nojento, seu macaco filho da p…”. Com medo de ser agredido, o atleta esticou o braço para afastar o comandante alvinegro.

Na noite desta quarta, o Figueirense venceu o Avaí por 2 a 0, no Orlando Scarpelli, e se classificou para a terceira fase da Copa do Brasil . A confusão ocorreu depois do jogo, e Argel chegou à sala de imprensa ofegante e com um pequeno corte no lado esquerdo do rosto.

As câmeras de televisão flagraram o momento polêmico, e o vídeo viralizou na internet. Porém, o árbitro Celio Amorim não notou o momento da agressão, que acabou não sendo relatada na súmula da partida.

Jornal Midiamax