Esportes

Custos de obras para Rio 2016 têm aumento de R$ 500 milhões

O orçamento aumentou dois por cento entre abril do ano passado e abril deste ano

Gerciane Alves Publicado em 25/04/2015, às 18h07

None
rio.jpg

O orçamento aumentou dois por cento entre abril do ano passado e abril deste ano

O orçamento do plano de política pública para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, aumentou dois por cento (cerca de R$ 500 milhões) entre abril do ano passado e abril deste ano, de acordo com atualização feita pelas três esferas do governo, nesta sexta-feira.

Elas apontaram ainda que 24 dos 27 projetos de mobilidade, transformação urbana e outros estimulados pelo evento esportivo estão em fase de execução e três deles foram concluídos, a menos de um ano e meio dos Jogos.

“A evolução é adequada, estamos dentro do cronograma e a perspectiva é que todos vão ser entregues nos prazos para atender compromisso com o COI (Comitê Olímpico Internacional)”, disse a jornalistas o presidente interino da Autoridade Pública Olímpica (APO), Marcelo Pedroso.

Em abril do ano passado, essas obras no Rio que foram antecipadas ou aceleradas por conta da Olimpíada tinham um orçamento de R$ 24,1 bilhões e agora, em abril de 2015, esse montante subiu para 24,6 bilhões de reais. “No ano passado havia projetos sem orçamento previsto e agora já temos”, declarou o executivo da APO.

Dos 27 projetos de política pública, 14 são de responsabilidade da prefeitura, dez do Estado e três do governo federal. O gasto previsto da prefeitura para esses projetos é de 14,3 bilhões de reais, sendo 64% bancados com recursos privados.

Já o Estado tem um orçamento de 9,9 bilhões de reais para dez projetos, sendo que 86% tem como fonte o tesouro estadual, enquanto as três obras da alçada federal tem um custo de 264 milhões de reais – 89% do Ministério do Esporte e outros 11% do Ministério da Educação.

Dessa forma, os 27 projetos do plano de legado têm 57% dos recursos públicos.

Em julho do ano passado, o custo das obras exclusivas para os Jogos Olímpicos de 2016 passou de R$ 5,6 bilhões de reais para 6,5 bilhões, com a inclusão de novos projetos, principalmente o Complexo Esportivo de Deodoro.

Com essa nova atualização dos projetos, o orçamento total da Olimpíada do Rio sobe para R$ 38,1 bilhões, dos quais 24,6 são para essas obras de infraestrutura na cidade e R$ 7 bilhões são para a operação do comitê organizador dos Jogos.

Jornal Midiamax