Esportes

Corinthians sofre, mas vai à semi com vitória polêmica

Time comandado por Tite viu Ponte Preta ter um gol mal anulado no primeiro tempo e venceu por 1 a 0 

Clayton Neves Publicado em 11/04/2015, às 20h27

None
emersoncorinthiansxpontefernandodantasgazeta.jpg

Time comandado por Tite viu Ponte Preta ter um gol mal anulado no primeiro tempo e venceu por 1 a 0 

Foi suado, sofrido, do jeito que os corintianos dizem gostar. Mas o melhor time da primeira fase do Campeonato Paulista está nas semifinais. Neste sábado, o Corinthians encontrou muita resistência diante de uma aguerrida Ponte Preta, em Itaquera, e até precisou contar com um erro da arbitragem na primeira etapa para vencer por 1 a 0 o jogo que abriu a fase de quartas de final do Estadual. O gol do triunfo foi marcado por Renato Augusto, no segundo tempo, mas tudo poderia ter sido diferente se Renato Cajá não tivesse tido um gol mal anulado ainda antes do intervalo. 

 O Corinthians entrou em campo defendendo uma invencibilidade de 29 jogos em Itaquera? Sim. Mas a Ponte Preta deixou esta estatística de lado quando o árbitro apitou pela primeira vez neste sábado. Comandada por Guto Ferreira – único técnico a vencer o time alvinegro em seu novo estádio -, a equipe campineira foi surpreendentemente melhor que os mandantes no primeiro tempo. O Corinthians teve apenas uma chance de gol antes do intervalo (com Elias) e, de resto, deu sorte por não ir aos vestiários com desvantagem. A Ponte dominou o confronto e, além de dar trabalho a Cássio, teve um gol mal anulado pela arbitragem por impedimento.

No segundo tempo, contudo, o Corinthians acordou. Tudo bem, não apresentou o futebol que encantou o Brasil nas últimas semanas, mas pelo menos deu algum trabalho à Ponte Preta. Muito disto se deve a Vagner Love, atacante que passou a participar mais da partida e até deu a assistência para o gol da vitória alvinegra, anotado por Renato Augusto. A equipe de Campinas até ensaiou uma pressão no fim da partida, mas não conseguiu empatar. O que restará? Pensar no Campeonato Brasileiro e reclamar da arbitragem.

Já o Corinthians vai esperar a definição de seu adversário nas semifinais do Paulista. Se nada de anormal acontecer, será o Palmeiras, no domingo da semana que vem, em Itaquera. Ah… a vitória deste sábado ainda garantiu ao time comandado por Tite decidir em casa todos os mata-matas do Estadual até uma possível final. Será na Arena Corinthians, por sinal, onde a equipe paulistana voltará a campo nesta quinta-feira, às 22h (de Brasília), para enfrentar o San Lorenzo pela 5ª rodada da Copa Libertadores da América.

Guerrero faz falta, né?

Antes de o jogo começar, ainda pela parte da manhã, o Corinthians ganhou uma péssima notícia: Guerrero não poderia entrar em campo diante da Ponte Preta . O peruano teve febre e, com suspeita de dengue, teve de desfalcar a equipe da casa neste sábado. E olha… o time alvinegro sentiu falta dele, viu? Artilheiro corintiano na temporada, o atacante até foi bem substituído por Vagner Love, mas deixou um pinguinho de saudade nos corintianos principalmente pela falta de ofensividade alvinegra no primeiro tempo.

Foi mal anulado, hein?

A Ponte Preta foi superior ao Corinthians no primeiro tempo e até conseguiria abrir o placar antes do intervalo em Itaquera… se não fosse a arbitragem. Em posição legal, Renato Cajá completou rebote de finalização de Juninho para o fundo das redes, mas o impedimento foi erroneamente marcado. O árbitro Flavio Rodrigues de Souza anulou o gol precipitadamente, o que causou polêmica não só dentro de campo. Nas redes sociais, os torcedores reclamaram bastante do erro.

Jornal Midiamax