O Figueirense começou pressionando a saída de bola 

O primeiro tempo até que teve alguns momentos de bom futebol , mas Figueirense e Internacional realizaram um jogo pobre tecnicamente nesta quinta-feira no Orlando Scarpelli. O confronto abriu a oitava rodada do Campeonato Brasileiro e terminou empatado por 0 a 0 graças a uma noite inspirada do goleiro Alisson.

Com o mando de campo, o Figueirense começou pressionando a saída de bola do Internacional e exigiu que o camisa 1 trabalhasse para que o placar permanecesse inalterado. Conforme o tempo passou, o time treinado por Diego Aguirre se assentou em campo e começou a criar suas chances, a melhor delas desperdiçada por William, que saiu de cara com Alex Muralha, mas mandou para fora.

O clube colorado não manteve o bom rendimento na etapa complementar e permitiu que o Figueirense retomasse o controle do jogo. Após um erro de recuo de Alan Costa, Clayton ficou cara a cara com Alisson para marcar, mas rolou para Elias tentar a chance. O atacante, no entanto, se enrolou com a bola e perdeu a oportunidade de abrir o marcador.

Elias quase deixou o seu na segunda chance que teve, quando recebeu lançamento cara a cara com o goleiro adversário e tocou na direção do gol. Alisson saiu bem e conseguiu bloquear a finalização sem deixar rebote, salvando o Inter mais uma vez. Daí em diante, o jogo esfriou de vez, ficando marcado pelos erros no último passe de ambas as equipes.

O empate leva a equipe gaúcha à décima primeira colocação, com dez pontos, enquanto o Figueirense foi aos nove, mesmo número de , e Goiás, que estão na frente pelos critérios de desempate.

Na nona rodada, o Figueirense entra em campo no próximo sábado, às 21h (de ), contra o em Itaquera. O Internacional retorna ao Beira-Rio para encarar o Santos no domingo, às 18h30.