Esportes

Brasil marca nos acréscimos e bate Peru no sufoco em estreia na Copa América

Brasil e Peru entraram em campo dispostos

Diego Alves Publicado em 14/06/2015, às 22h33

None
neymardanielalvesafprodrigobuendia-3.jpg

Brasil e Peru entraram em campo dispostos

A estrela de Dunga é gigantesca. Foi de um jogador colocado por ele em campo no segundo tempo que saiu o gol da dramática vitória da Seleção Brasileira neste domingo, diante do Peru, no Estádio Municipal Germán Becker, em Temuco, no Chile. Depois de levar “gol-relâmpago” após erro bizarro de David Luiz com Jefferson logo no início e de empatar na sequência com Neymar, o Brasil precisou jogar mais 86 minutos até conquistar no sufoco um triunfo por 2 a 1. Coube a Douglas Costa, que substituiu Diego Tardelli no segundo tempo, anotar o gol salvador do Brasil aos 46min do segundo tempo.

Brasil e Peru entraram em campo dispostos a protagonizar um jogo alucinante, neste domingo, em Temuco. Logo aos 4min, o placar já apontava um gol para cada lado. O time comandado por Ricardo Gareca abriu o placar com Cueva após pixotada de Jefferson, e a Seleção verde e amarela empatou logo na sequência com Neymar, de cabeça, após lindo cruzamento de Daniel Alves.

Disputado em um gramado perfeito e que estava molhado por causa da chuva, o confronto apresentou velocidade absurda até os 20min. Brasil e Peru trocavam ataques sem cerimônias, e Neymar só não virou a partida porque Zambrado salvou de maneira incrível em cima da linha. Do outro lado, Guerrero era o mais ativo e infernizava David Luiz e Miranda com movimentação constante. O ritmo só caiu nos 15 minutos finais.

O segundo tempo não teve início avassalador, como o primeiro. E também não foi tão bom para o Brasil. Sentindo falta de Philippe Coutinho, que, lesionado, foi substituído por Fred no time titular, os comandados por Dunga pouco conseguiram criar depois do intervalo. Só a individualidade de Neymar parecia capaz de assustar os peruanos – como aconteceu aos 7min, quando ele acertou o travessão de Gallese.

A seleção do Peru conseguiu fazer jogo equilibrado com os pentacampeões mundiais. Porém, novamente Neymar apareceu, desta vez aos 46min, e serviu Douglas Costa. O atacante balançou as redes e salvou a Seleção Brasileira de um tropeço logo na estreia da Copa América.

Com o resultado, o Brasil somou os seus três primeiros ponto e, agora, ocupa a liderança do Grupo C da Copa América. No outro jogo do grupo, a Venezuela surpreendeu e venceu a Colômbia por 1 a 0 , tornando-se a vice-líder da chave pelo número de gols marcados. A Seleção Brasileira volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h (de Brasília), diante da Colômbia. Já o Peru desafia os venezuelanos um dia depois, às 20h30.

O fantasma do 7 a 1 passeou por Temuco…

Pode passar o tempo que for: o 7 a 1 decretado pela Alemanha ao Brasil na semifinal da última Copa do Mundo seguirá mais do que viva na memória da geração que acompanhou este jogo histórico. Neste domingo, por exemplo, a seleção peruana abriu o placar logo aos 2min do primeiro tempo, com Cueva, e a velocidade com que o gol foi aberto já fez muitos torcedores preverem um novo massacre histórico à Seleção verde e amarela. Neymar empatou o confronto dois minutos depois, mas este tempo já foi suficiente para dar um “medinho” nos brasileiros.

Neymar on fire!

Neymar deu um passo importante na carreira ao faturar a Tríplice Coroa com o Barcelona e terminar a Liga dos Campeões da Europa como artilheiro ao lado de Messi e Cristiano Ronaldo. Ele se apresentou à Seleção Brasileira pouco antes do amistoso contra Honduras como “superstar” e comprovou que este status não é nem um pouco exagerado neste domingo.

Jogando como o camisa 10 que é, Neymar foi novamente o principal nome do setor ofensivo brasileiro e fez de tudo: deu tranquilidade ao Brasil ao balançar as redes de cabeça poucos minutos depois de o Peru abrir o placar, movimentou-se muito, distribuiu bons passes, acertou bola no travessão e, claro, instigou os adversários com dribles plásticos. No principal deles, aplicou dois chapéus humilhantes em sequência em Advíncula e sofreu falta. Foi lindo. No fim, Neymar ainda fez a jogada e deu assistência para o gol salvador de Douglas Costa.

Guerrero “pilhado”!

Considerado por muitos o melhor centroavante em atividade do futebol brasileiro, Paolo Guerrero era o jogador peruano mais temido pelos comandados por Dunga. E o camisa 9 deu muito trabalho dentro de campo. O novo reforço do Flamengo “atazanou” David Luiz e Miranda se movimentado constantemente no ataque e exibiu a vontade que os corintianos conhecem bem.

Foi Guerrero, por exemplo, quem pressionou o defensor do Paris Saint-Germain no lance que originou a pixotada de Jefferson e o gol de Cueva logo aos 2min do primeiro tempo. O excesso de vontade do atacante foi punido também antes do intervalo, quando ele deu carrinho após adiantar a bola e deixou as travas da chuteira na canela de Daniel Alves. Vestido de vermelho, Guerrero parecia querer mostrar serviço.

Brasil 0 x 1 Peru – 2min do primeiro tempo – Jefferson saiu jogando errado dentro da área, Cueva dominou e finalizou no canto direito do arqueiro.

Brasil 1 x 1 Peru – 4min do primeiro tempo – Daniel Alves cruzou da direita, Neymar apareceu sozinho na área e cabeceou no canto esquerdo de Gallese.

Brasil 2 x 1 Peru – 46min do segundo tempo – Neymar fez lindo passe para Douglas Costa na área, e o jogador chutou no canto esquerdo de Gallese.

Jornal Midiamax