Esportes

Atlético-MG empata em casa, e Caldense decide com vantagem

Mas isso não significa que o Atlético-MG jogou mal

Diego Alves Publicado em 26/04/2015, às 22h08

None
prattomouraopandagazeta.jpg

Mas isso não significa que o Atlético-MG jogou mal

Se alguém ainda esperava que o Atlético-MG teria facilidade na final do Campeonato Mineiro , certamente mudou de ideia neste domingo. A Caldense teve outra boa atuação e conseguiu empatar o jogo por 0 a 0. Como fez uma campanha melhor na primeira fase do Estadual, o time de Poços de Caldas terá a vantagem de apenas empatar novamente para ser campeão.

A Caldense não se intimidou com o fato de atuar no Mineirão e jogou de igual para igual com o Atlético-MG. Marcou com sua defesa naturalmente forte e também soube atacar. Houve até um lance em que Luiz Eduardo quase marcou de letra.

Mas isso não significa que o Atlético-MG jogou mal. Teve mais posse de bola e soube explorar as laterais para criar lances de perigo. Em um deles, Carlos quase marcou de cabeça e no rebote.

No segundo tempo, Thiago Ribeiro entrou no lugar de Guilherme, em uma tentativa de acertar o ataque do Atlético-MG. Cárdenas também foi para o jogo depois, mas nada disso melhorou a armação de jogadas do time alvinegro.

Para dificultar ainda mais, a Caldense resolveu se contentar com o empate. Então se fechou na marcação e conseguiu travar ainda mais as tentativas adversárias. Deu certo e assim o Atlético-MG saiu do Mineirão sob vaias da sua torcida.

Jogo de volta em casa?

A Caldense não poderá disputar o jogo de volta em Poços de Caldas, porque seu estádio não tem capacidade para receber 10 mil torcedores. O clube até tentou aumentar a capacidade recentemente, mas a arquibancada não foi liberada para a decisão. Então a partida será em Varginha, onde é possível que haja uma maioria de torcedores atleticanos.

Jornal Midiamax