A fila do desemprego assusta quem está há meses fora do formal em . Na esperança de mudar esse cenário, candidatos madrugaram na fila em frente à Funsat (Fundação Social do Trabalho). Nesta terça-feira (20), acontece mais um dia de seleção do Primt (Programa de Inclusão ao Mercado de Trabalho).

São 80 senhas distribuídas por dia para a seleção, o antigo Proinc (Programa de Inclusão Profissional) é voltado para atender pessoas com renda familiar per capita não superior a meio mínimo vigente. Havia candidatos na fila antes das 6h desta manhã para concorrer a uma vaga em vários setores de secretarias municipais, como limpeza, administrativo e reparos. A seleção segue até quarta-feira (21).

Fátima Fernandes chegou por volta das 7h, mas não conseguiu pegar uma senha de atendimento. Ela conta que trabalhava de diarista, mas perdeu o há oito meses. “Não é a primeira vez que venho, não consegui também. Queria muito porque na minha área está difícil. Uma moça me disse que tinha pessoas dormindo na fila”.

Por pouco, Edneusa Nunes também volta para casa sem a chance de se candidatar, pois não levou os documentos necessários para seletiva.

“Quando cheguei não tinha mais senha, uma pessoa que foi embora que me deu. Eu só trouxe os documentos pessoais, esqueci o comprovante do NIS (Número de Identificação Social). Antes era recepcionista, mas estou desempregada há seis meses. Quero alguma coisa na minha área”.

Edneusa está desempregada há seis meses (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Critérios do programa

  • Ter de 18 a 67 anos;
  • Ter inscrição no CadÚnico (Cadastro Único) para Programas Sociais do Governo Federal;
  • Estar em situação de desemprego;
  • Declarar residência no município de Campo Grande há, pelo menos de um ano, com apresentação do comprovante de residência;
  • Possuir renda familiar per capita não superior a meio salário mínimo vigente;
  • Documento dos filhos, se tiver, como certidão de nascimento ou RG e CPF;
  • Se casado(a) no civil, apresentar certidão de casamento;
  • Se convivente, RG e CPF.

Só poderá se inscrever no programa um membro por núcleo familiar. Para a comprovação da inscrição no CadÚnico, é necessário apresentar a folha de resumo, contendo o NIS. Além disso, o candidato ou candidata deverá apresentar todos os documentos no momento da inscrição.