Com prêmio de 10,5 mil, começam as inscrições para o concurso de redação de cartas dos Correios

Estudantes podem enviar redações até o dia 18 de março
| 22/02/2022
- 12:59
Com prêmio de 10,5 mil, começam as inscrições para o concurso de redação de cartas dos Correios
(Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Começou nesta segunda-feira (21), o período para inscrições no 51º Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido pela União Postal Universal e realizado no Brasil pelos . Estudantes de escolas públicas e privadas de todo o país, com até 15 anos de idade, têm até o dia 18 de março para enviar as redações a estatal, por meio de suas instituições de ensino.

O objetivo do concurso é promover o incentivo da expressão criativa de estudantes brasileiros e melhorar a alfabetização dos jovens por meio das cartas. Neste ano, o tema é "Escreva uma carta a uma pessoa influente para explicar por que e de que forma ela poderia tomar iniciativas para combater a crise climática".

Vale lembrar que além da criatividade, são levados em conta os conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes. Para participar, as escolas devem selecionar, entre as redações de seus alunos, até duas cartas para representá-las na fase estadual. A melhor redação de cada Estado concorre aos prêmios da etapa nacional. Serão escolhidas três cartas, 1º, 2º e 3º lugar. A carta vencedora irá representar o Brasil na fase internacional.

A premiação para a escola e os alunos vencedores na colocação nacional é de até R$ 10,5 mil e até R$ 10 mil, respectivamente, além de outros valores para os primeiros colocados na fase estadual.

Todas as informações sobre o concurso, como formulário de redação, ficha de inscrição e endereço para o envio dos documentos estão disponíveis em https://www.correios.com.br/concursocartas.

No ano passado, a Paraibana Luísa Tejo Salgado Catão, de 15 anos, venceu a competição fazendo um anúncio importante para história do certame. Ela representou o Colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Campina Grande, recebeu uma menção honrosa na fase internacional do concurso, onde disputou com alunos de mais de 60 países.

“A carta serviu para sintetizar tudo o que eu estava sentindo e, depois que as pessoas leram a carta, eu vi que muitas delas estavam sentindo a mesma coisa. Essa forma de identificação também me deixou bastante feliz, deu a ideia de que estamos todos unidos”. O tema de 2021 foi “Escreva uma carta a um familiar, contando sobre sua experiência da Covid-19”.

Na disputa internacional, o Brasil já ganhou 3 medalhas de ouro (1972/1988/2006), 2 medalhas de prata (1978/1980), 2 medalhas de bronze (1992/2015) e recebeu menções honrosas em 2009, 2012, 2016, 2017, 2018 e 2021. Na classificação internacional, o Brasil só é superado pela (5 medalhas de ouro).

Veja também

Últimas notícias