Cotidiano / Emprego & Concurso

Concurso do Banco do Brasil tem vagas em MS e salário de R$ 3 mil; saiba como se preparar

Confira dicas para quem quer começar a estudar e para quem já é concurseiro

Mylena Rocha Publicado em 10/07/2021, às 07h45

Concurso oferece 80 vagas imediatas e 83 em cadastro reserva para MS.
Concurso oferece 80 vagas imediatas e 83 em cadastro reserva para MS. - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com 80 vagas em Mato Grosso do Sul e salário de R$ 3 mil, o concurso público para o Banco do Brasil tem chamado a atenção dos concurseiros. Entre as vantagens, está a exigência somente do ensino médio, uma ‘opção de entrada’ para quem ainda é iniciante no universo dos concursos. O Jornal Midiamax conversou com um professor de curso preparatório, que dá dicas para quem quer garantir uma das vagas oferecidas. 

Além das 80 vagas imediatas, o concurso para o Banco do Brasil tem 83 oportunidades em cadastro reserva. As vagas são para o cargo de escriturário agente comercial. O professor e proprietário do Shalom Concursos, João Eduardo Guimarães, explica que o concurso para o banco não era aguardado pelos concurseiros. Ele cita que é uma excelente ‘porta de entrada’, já que traz oportunidades para candidatos de nível médio. Apesar de não ter uma remuneração alta, é uma ótima oportunidade já que a carga horária é baixa, de 30 horas semanais. 

“É um concurso para nível médio, são poucas as opções que têm essa possibilidade de pessoas só com o ensino médio concorrer. Pessoas jovens e que não têm o ensino superior serão o público-alvo”, explica. 

O professor ressalta que, depois de alguns anos sem bons concursos, o ano tem tido ótimas oportunidades para os candidatos. “Desde o final de 2020, tem aparecido muita coisa. De fato, os quadros estão defasados por conta da aposentadoria dos servidores, e os órgãos estão solicitando concursos. Além do Banco do Brasil, tivemos PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Receita Federal”, lista.

Nunca estudei, como me preparar?

A dica para quem nunca estudou para concursos e quer começar a se dedicar é não se preocupar com a concorrência. É fácil desistir ao imaginar quantas pessoas estudam há anos para concurso, mas para o professor do preparatório, a dedicação é determinante e pode garantir a aprovação de um ‘concurseiro iniciante’. 

“Ser aprovado é difícil para todo mundo, mas todos estão submetidos à mesma prova, os concurseiros não sabem de tudo porque não é possível que uma pessoa esteja preparada para a PF, Receita Federal e Banco do Brasil ao mesmo tempo”, ressalta. 

Para o professor, a primeira dica é procurar ajuda e organizar uma rotina de estudos. “A primeira coisa é tirar da cabeça que tem gente mais preparada, que não vai conseguir, isso é mentira. Quanto antes procurar uma ajuda personalizada, melhor. Estudar sozinho é difícil, a pessoa não sabe o que estudar. Recomendo procurar um professor, um cursinho especializado, para conseguir melhores resultados em pouco tempo”.

Dicas para quem já é concurseiro

Para quem já se dedica a estudar para os estudos, a recomendação é focar em disciplinas específicas do concurso do Banco do Brasil. Conforme o edital, haverá questões sobre matemática financeira, conhecimentos bancários, informática, vendas e negociação. 

O professor João Eduardo orienta que os candidatos devem manter o ritmo e adaptar os estudos para o concurso. “Língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico aparecem em todas as provas de concurso, precisa estar preparado, fazer exercícios e adaptar a rotina para focar no que ainda não estudou. Esse edital tem conhecimento bancário, por exemplo, então, quem não estava preparado, precisa se dedicar a isso”, afirma. 

O que cai na prova? 

Para estudar para concurso, é preciso observar a organizadora. No caso do Banco do Brasil, a banca organizadora é a Cesgranrio. A banca costuma abordar todo o conteúdo do edital de abertura, por isso o candidato não deve descuidar. 

O concurso conta com prova objetiva e discursiva, ou seja, é preciso se preparar para as questões e a redação. Os candidatos precisam se preparar para estudar os conhecimentos básicos: Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro. Com relação aos conhecimentos específicos, serão abordadas questões de Matemática Financeira, Conhecimentos Bancários, Conhecimentos de Informática e Vendas e Negociação. Confira o edital aqui.

Jornal Midiamax