Cotidiano / Emprego & Concurso

SED abre cadastro para profissionais atuarem em cursos de educação profissional

A SED (Secretaria Estadual de Educação) abriu cadastro de caráter temporário para profissionais atuarem em cursos de educação profissional. O chamado foi publicado na edição desta segunda-feira (28) do DOE (Diário Oficial do Estado). Conforme a publicação, os profissionais atuarão na modalidade presencial nas atividades de: coordenação técnica de curso, docência e supervisão de ...

Gabriel Maymone Publicado em 28/12/2020, às 10h09

SED abriu cadastro para profissionais atuarem em cursos de educação profissional em MS. (Foto: Divulgação / SED)
SED abriu cadastro para profissionais atuarem em cursos de educação profissional em MS. (Foto: Divulgação / SED) - SED abriu cadastro para profissionais atuarem em cursos de educação profissional em MS. (Foto: Divulgação / SED)

A SED (Secretaria Estadual de Educação) abriu cadastro de caráter temporário para profissionais atuarem em cursos de educação profissional. O chamado foi publicado na edição desta segunda-feira (28) do DOE (Diário Oficial do Estado).

Conforme a publicação, os profissionais atuarão na modalidade presencial nas atividades de: coordenação técnica de curso, docência e supervisão de estágio curricular obrigatório.

O texto informa que poderão participar do cadastramento os profissionais com escolaridade em nível superior, habilitados em cursos de tecnologia, bacharelado ou licenciatura, com diploma ou comprovante de colação de grau, em cursos reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação), em conformidade com o eixo tecnológico e o curso de educação profissional ofertado pela SED.

Os interessados devem preencher o formulário de inscrição que estará disponível no site http://www.portaldoprofessor.ms.gov.br/, a partir do dia 5 de janeiro até às 23h59min do dia 17 de janeiro de 2021.

Requisitos

I – ser brasileiro nato ou naturalizado;
II – ter, na data da inscrição, idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;
III – ter, na data da inscrição, os pré-requisitos mínimos de escolaridade especificados neste
Edital;
IV – estar em situação regular perante o respectivo órgão de classe, quando obrigatória a
filiação para o exercício da profissão;
V – estar em situação regular perante o serviço militar, quando do sexo masculino;
VI – estar em dia com as obrigações eleitorais;
VII – não ter antecedentes criminais e condenações por improbidade administrativa

A relação completa dos cursos disponíveis em cada município pode ser conferida a partir dapágina 7 do DOE.

Jornal Midiamax