Cotidiano / Emprego & Concurso

‘Qualifica Campo Grande’ oferece quase 4 mil vagas em 29 cursos gratuitos

Cursos são ministrados em salas móveis 

Clayton Neves Publicado em 18/06/2015, às 12h46

None
unnamed.jpg

Cursos são ministrados em salas móveis 

O Programa Qualifica Campo Grande, desenvolvido pelo Senai em diversos bairros da Capital, tem estimulado a procura pela capacitação profissional com o oferecimento de cursos gratuitos em 28 salas de aula móveis.

Apenas para este ano estão sendo oferecidas 3.763 vagas em 29 cursos gratuitos, um aumento de 14,4% em relação ao ano passado, quando foram ofertadas 3.289 vagas  na mesma quantidade de cursos em 28 salas de aula móveis.

 A intenção é ampliar ainda mais a oferta de vagas e para isso, o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, está visitando os bairros que receberam as salas de aula móveis para verificar a infraestrutura oferecida aos alunos beneficiados pelo Programa.

 “O Programa Qualifica Campo Grande visa melhorar a qualidade de vida da população por meio da formação profissional, trazendo melhor colocação no mercado de trabalho e renda ainda maior. Sempre existem oportunidades, principalmente, para aqueles que estão buscando os cursos para se inserir no mercado. O que esperamos é que as pessoas dediquem tempo para buscar conhecimento e não desistam”, declarou.

Ele lembra que os cursos são disponibilizados para atender os bairros mais afastados do centro da cidade onde estão as unidades do Senai. “No total são 28 salas de aula móveis montadas em diferentes bairros. A nossa intenção com essa iniciativa é levar os cursos até o nosso público, que muitas vezes não tem condições financeiras para se deslocar até o centro para fazer a qualificação na sede do Senai”, explicou.

O jardineiro David Chisler, 24 anos, é um dos alunos do curso de mecânico de manutenção de motores ciclo otto do Senai no Bairro Dom Antônio Barbosa e revela que a vontade de mudar de profissão estimulou sua busca pelo Programa. “Meu irmão trabalha com retifica e acabei entrando no curso para me encaixar nesse mercado. Essa foi uma grande oportunidade, porque sempre quis fazer o curso de mecânico”, falou.

Já o motorista Rodrigo Main Ferreira, 29 anos, que também faz curso de mecânico de manutenção de motores ciclo otto do Senai no Bairro Dom Antônio Barbosa, disse que espera ampliar o conhecimento e aumentar a renda. “Esse ramo de mecânica abre mais portas do que a atividade como motorista. Também já fiz um outro curso de mecânico de motor a diesel no Senai e quero fazer outros”, comentou.

Jornal Midiamax