O Frigorífico Aurora Coop São Gabriel do Oeste, conhecido como Fasgo, anunciou investimento de R$ 320 milhões nesta quinta-feira (25). Conforme o presidente do Fasgo, Neivor Canton, a medida permitirá aumento dos abates de suínos de 3,2 mil/dia para 5 mil/dia, um incremento de 60%.

Com isso, haverá, também, geração de 950 novos empregos. Vale lembrar que, em 2022, a expectativa era que os investimentos na casa dos R$ 300 milhões gerassem até 500 empregos.

Segundo Canton, a prioridade da Aurora é orferta ampliada de produtos processados para o mercado interno, como cozidos, defumados, frescais, presuntaria e hambúrgueres, entre outros.

A unidade também tem habilitação para exportação de cortes e miúdos de suínos para Vietnã, Uruguai, Singapura, Paraguai, Moldávia, Hong Kong e Emirados Árabes.

“É fundamental investir na produção e lançar linha de produtos inovadores, gerando valor para os nossos produtores rurais cooperados, colaboradores, clientes e consumidores, sem esquecer da gestão sustentável da cadeia produtiva”, detalhou Canton.

O recrutamento para os 950 novos postos de trabalho ocorrerá em São Gabriel do Oeste e nos municípios do entorno.

Aurora ampliada até dezembro de 2025

Conforme o Fasgo, o plano de ampliação da Aurora em São Gabriel do Oeste estabelece que os R$ 320 milhões serão investidos em três áreas: em máquinas e equipamentos (aproximadamente R$ 125 milhões), em construção civil (em torno de R$ 100 milhões) e em instalações industriais (montante de R$ 95 milhões).

Os recursos são próprios e também via FCO/BB (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste).

Atualmente com área construída de 38.614,10 m², que deverão ser ampliados em mais 9.543,24 m², a unidade industrial emprega diretamente 2.650 pessoas. Com as ampliações e investimentos anunciados, o total de empregos diretos subirá para 3,6 mil postos de trabalho. A previsão é que a conclusão das obras ocorra até dezembro de 2025.

As intervenções proporcionarão abate de 5 mil suínos/dia – resultando num acréscimo de mais de 20 toneladas diárias de produtos de presuntaria, 36,3 toneladas diárias de produtos cozidos e defumados, 44 toneladas diárias de produtos frescais e 6,9 toneladas diárias de produtos de banha resultante da refinaria.