OMC confirma que UE protocolou consulta com queixas sobre restrições pela China

As reclamações se referem a medidas de retaliação adotadas pelos chineses
| 01/02/2022
- 03:24
Reprodução
Reprodução

A União Europeia (UE) protocolou uma consulta na Organização Mundial do Comércio (OMC) com queixas sobre restrições impostas de importações e exportações impostas pela a bens e serviços da Lituânia, confirmou a entidade multilateral nesta segunda-feira. Vice-presidente executivo da UE e comissário de comércio, Valdis Dombrovskis já havia anunciado os planos do bloco europeu na semana passada.

As reclamações se referem a medidas de retaliação adotadas pelos chineses, depois que o governo lituano autorizou a abertura de um escritório ês no país. O Taiwan tem administração própria desde a Guerra Civil chinesa encerrada em 1949, mas é reivindicado por Pequim, que costuma retaliar países que estabelecem relações oficiais com a ilha.

Segundo a OMC, a UE alega que as práticas da China são "inconsistentes" com os termos acordados na Organização. O pedido de consulta inicia o processo entre as partes e abre espaço para discussões antes da abertura de um litígio formal. Se não houver resolução em até 60 dias, o autor da reclamação pode dar prosseguimento no caso.

Veja também

Últimas notícias