Cotidiano / Economia

PIX: Confira como usar a ferramenta para movimentar o auxílio emergencial 2021

Beneficiário só não poderá transferir para uma conta que já está em seu nome

Fábio Oruê Publicado em 20/04/2021, às 18h36

Movimentação com o PIX  poderão ser feitas a partir do dia 30 deste mês
Movimentação com o PIX poderão ser feitas a partir do dia 30 deste mês - Foto: Arquivo/ Jornal Midiamax

Apesar de ser uma ferramenta relativamente nova, o PIX está disponível no aplicativo Caixa TEM. Com ele é possível fazer transferências, pagamentos por QR Code, compras presenciais entre outras operações. Diante disso, o auxílio emergencial pode ser movimentado com o PIX a partir do dia 30 deste mês.

Com isso, os beneficiários que recebem o benefício na conta Poupança Social Digital poderão fazer pagamentos e transferências por meio do PIX. Porém, essas funções não poderão ser usadas entre contas do mesmo titular, mesmo que seja em bancos diferentes.

Dessa maneira, os pagamentos e transferências por meio do PIX só estarão disponíveis para operações para contas no nome de outras pessoas. Porém, essa limitação só será realizada no recebimento da primeira parcela do auxílio emergencial.

Sendo assim, nos outros três pagamentos, os beneficiários poderá transferir o valor disponibilizado para outra conta mesma titularidade. Os pagamentos usando o PIX estarão disponíveis no recebimento das quatro parcelas do programa.

Para usar a ferramenta será necessário cadastrar uma chave. Essa pode ser o seu CPF, CNPJ, número de telefone, e-mail ou um número aleatória escolhido pela instituição financeira.

Para fazer o pagamento e/ou a transferência o pagador e o recebedor precisam ter esse cadastro. Isso porque, ao fazer a operação será necessário informar a chave do recebedor.

Porém, caso não tenha o dado disponível no momento será preciso indicar os dados bancários de quem vai receber o pagamento ou fazer a operação por meio da leitura de QR CODE.

Jornal Midiamax