Cotidiano / Economia

Justiça dá duas semanas para grupo paulista depositar R$ 351,6 milhões de leilão da Usina São Fernando

Millenium Holding arrematou a massa falida da planta sucroalcooleira de Dourados

Jones Mário Publicado em 19/05/2021, às 19h15

Usina São Fernando, situada em Dourados
Usina São Fernando, situada em Dourados - Reprodução

O juiz César de Souza Lima, da 5ª Vara Cível de Dourados, intimou a Millenium Holding Ltda a depositar em juízo os R$ 351,6 milhões do lance dado em leilão da massa falida da Usina São Fernando. O grupo paulista tem até o dia 31 deste mês para concretizar a compra do que sobrou da sucroalcooleira.

Conforme a decisão, proferida na segunda-feira (17), a Energética Santa Helena S/A, com planta em Nova Andradina, apresentou a proposta que melhor atendeu os requisitos do leilão. Porém, a Millenium se propôs a pagar o valor à vista, enquanto o lance da primeira é para parcelamento em 15 anos.

“Assim, com maior valor e pagamento à vista, tem-se que proposta também viável é a da empresa Millenium Holding Ltda. Caso haja o pagamento à vista, a diferença a maior será de R$ 29.150.000,00 a ser revertida para os credores”, pontuou Souza Lima na sentença.

A decisão indica ainda que a Santa Helena será declarada vencedora caso a holding paulista não efetue o depósito até o fim do mês. Se este for o caso, o grupo deverá apresentar reforço de garantias até o dia 7 de junho para concluir o negócio.

A massa falida da São Fernando, usina de açúcar e álcool localizada em Dourados, foi à leilão pela segunda vez em fevereiro deste ano. O lance mínimo era de R$ 200 milhões.

Inaugurada em 2009, a planta tem capacidade instalada para moer até 4,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. A usina entrou em recuperação judicial em 2013. Quatro anos mais tarde, decretou falência.

A São Fernando pertencia à família do empresário e pecuarista José Carlos Bumlai, preso e condenado por gestão fraudulenta e corrupção passiva no âmbito de processo derivado da Operação Lava Jato.

Jornal Midiamax