Cotidiano / Economia

Já instalou? Aplicativo do Caixa Tem vai funcionar para receber o benefício do Auxílio Brasil

Cartões do Bolsa Família continuam funcionando e também podem ser utilizados

Gabriel Maymone Publicado em 24/11/2021, às 10h48

Caixa Tem pode ser usado para movimentar valores do Auxílio Brasil
Caixa Tem pode ser usado para movimentar valores do Auxílio Brasil - Divulgação

Beneficiários aprovados para receber o Auxílio Brasil irão receber o benefício, que pode chegar a média de R$ 400 em dezembro, pelo aplicativo Caixa Tem, o mesmo usado para pagamentos do Auxílio Emergencial e Bolsa Família. Quem tem o cartão do extinto Bolsa Família também poderá usá-lo para sacar os recursos. Cartão para o novo programa já está sendo produzido, mas ainda não há data para eles começarem a ser entregues às famílias.

Dessa forma, a principal forma de movimentação do valor do Auxílio Brasil será o Caixa Tem, que pode ser baixado em celulares Android (baixe aqui) e IOS (baixe aqui).

Também foi disponibilizado pelo governo federal o programa Auxílio Brasil, que pode ser usado pelos beneficiários para a consulta de informações sobre as datas de pagamento, o valor e a composição das parcelas do novo programa social. Quem já tinha o aplicativo do Bolsa Família só precisa atualizá-lo, mas ele pode ser baixado em dispositivos Android (baixe aqui) e IOS (baixe aqui).

Vale lembrar que os repasses do novo benefício começaram no Brasil ainda na última semana. De lá até aqui cinco grupos receberam essa primeira liberação. Ainda no decorrer desta semana, outros três grupos deverão receber o dinheiro. A ideia é que todos peguem o montante até o final deste mês.

Como saber se estou aprovado para o Auxílio Brasil?

Vale lembrar que os inscritos do Bolsa Família que vinham recebendo o Auxílio Emergencial e demais beneficiários do antigo programa foram migrados automaticamente para o novo benefício do governo. Dessa forma, se você já fazia parte do antigo programa do governo está incluído na lista.

Entretanto, é importante ficar atento, pois o governo deixará de pagar a quem não atender critérios como estar com o CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal) atualizado, por exemplo. Saiba AQUIcomo atualizar.

Para os demais, o primeiro passo é estar compatível com os critérios de renda e ser considerado em situação de pobreza ou extrema pobreza, além de estar inscrito no CadÚnico e estar com cadastro atualizado. 

  • Famílias extremamente pobres: são aquelas cuja familiar mensal per capita vai até R$ 100, mesmo que não tenham gestantes, crianças ou adolescentes na família;
  • Famílias pobres: são aquelas cuja renda familiar mensal por pessoa entre R$ 100,01 e R$ 200 que tenham gestantes, crianças ou adolescentes.

Como saber se fui aprovado no Auxílio Brasil?

Além disso, o governo também lançou o aplicativo para celulares 'Auxílio Brasil' - clique aqui para baixar -, que nada mais é do que uma atualização em cima do antigo app Bolsa Família.

Por meio do aplicativo é possível realizar a consulta por meio do CPF para saber se a inscrição está aceita. Por hora, somente os beneficiários do Bolsa Família estão podendo consultar a liberação. Mas assim que confirmado os demais cidadãos que aguardam a concessão também poderão realizar a consulta.

O cidadão também pode realizar a consulta do Auxílio Brasil por meio do site Meu CadÚnico - meucadunico.cidadania.gov.br -, pelo aplicativo Meu CadÚnico ou ainda consultando pelo CPF no site da Caixa - www.cadastrounico.caixa.gov.br.

Novos beneficiários todos os meses

O governo federal já havia anunciado que o Auxílio Brasil iria contemplar cerca de 3 milhões a mais de brasileiros em relação ao Bolsa Família, atingindo, assim, um total de 17 milhões de beneficiários.

Recentemente, o Ministério da Cidadania informou que haverá seleções mensais de novos beneficiários para o programa. Assim, todos os meses, o Ministério da Cidadania com a Dataprev fará a análise dos cadastros e irá comunicar oficialmente os selecionados.

Jornal Midiamax