Cotidiano / Economia

INSS: governo vai realizar pente-fino para cortar R$ 2,5 bi em benefícios; saiba se será afetado

Ajuste será feito para adequar contas do governo ao Orçamento da União

Gabriel Maymone Publicado em 05/05/2021, às 08h01

Fique atento ao pente-fino deste ano no INSS
Fique atento ao pente-fino deste ano no INSS - Divulgação

Diante da redução no Orçamento da União 2021, o governo federal decidiu realizar cortes de R$ 2,5 bilhões no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Para isso, irá realizar pente-fino em alguns benefícios, a fim de constatar irregularidades e cortar pagamentos indevidos.

De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, a maior parte do corte será por meio da prova de vida e do Programa Especial para Análise de Benefícios com Indícios de Irregularidade. A expectativa é economizar R$ R$ 1,9 bilhão.

Também estão previstos cortes nos pagamentos de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. Assim, a expectativa é economizar R$ 591 milhões através da identificação de irregularidades.

Esses dois programas passarão Revisão de Benefícios por Incapacidade, que funciona como um pente-fino, mas é voltado para benefícios por incapacidade temporária ou definitiva.

O problema aconteceu porque o acordo feito com o Congresso travou a aprovação do Orçamento, então, o governo destinou R$ 16,8 bilhões a mais para a Previdência que o determinado pelo projeto. Por isso, a equipe econômica do governo trabalha com medidas para 'consertar' esses erros.

Pente-fino do INSS

Para evitar ter problemas com o INSS, o mais básico é manter os dados atualizados, como endereço e números para contato. Isso porque, o Instituto convoca os segurados por meio das informações fornecidas no cadastro.

Dessa forma, os segurados serão avisados que seus benefícios passam por avaliação e podem, assim, apresentar toda a documentação necessária em até 60 dias após a notificação.

Jornal Midiamax