Cotidiano / Economia

Frigorífico encerra atividades e 400 trabalhadores são demitidos em cidade de MS

O frigorífico Golden Imex, instalado em Paranaíba, a 407 km de Campo Grande, encerrou as atividades e dispensou cerca de 400 funcionários, que já trabalhavam sob aviso prévio desde o início do mês. Para recuperar os empregos, o prefeito do município, Maycol Queiroz (PDT), se reuniu com o superintendente federal do Ministério da Agricultura em […]

Gabriel Maymone Publicado em 08/02/2021, às 12h26

Frigorífico Golden Imex, em Paranaíba. (Foto: Divulgação)
Frigorífico Golden Imex, em Paranaíba. (Foto: Divulgação) - Frigorífico Golden Imex, em Paranaíba. (Foto: Divulgação)

O frigorífico Golden Imex, instalado em Paranaíba, a 407 km de Campo Grande, encerrou as atividades e dispensou cerca de 400 funcionários, que já trabalhavam sob aviso prévio desde o início do mês.

Para recuperar os empregos, o prefeito do município, Maycol Queiroz (PDT), se reuniu com o superintendente federal do Ministério da Agricultura em MS, Celso Martins. O objetivo foi avançar as tratativas para que a planta seja habilitada para exportar para a China.

Instalada em Paranaíba desde 2020, a indústria alegou alta no preço da arroba do boi como motivo para fechar. A unidade tinha capacidade para abater até 800 cabeças por dia, mas operava na média de 250.

O frigorífico Total S.A fechou as portas em 2016 e demitiu 288 funcionários. Após arrendar a planta, o grupo Marfrig encerrou atividades no dia 4 de junho de 2019. Na época, foram mais de 500 demissões. Então, em agosto do mesmo ano, o grupo Rio Grande S/A, detentor das marcas Margen, Chapecó e Bom Charque, assumiu a planta do frigorífico de Paranaíba, porém, em abril, a empresa encerrou as atividades e dispensou mais de 250 funcionários.

Jornal Midiamax