Cotidiano / Economia

Comércio faz novo mutirão para negociar dívidas de clientes em Campo Grande

A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) prepara o 1º mutirão de conciliação do ano, que será realizado de 8 a 19 de março. O evento é voltado para ajudar clientes a negociar dívidas com as empresas credoras. Nesta semana terminou o prazo para as empresas interessadas participarem da ação. Agora, os estabelecimentos […]

Gabriel Maymone Publicado em 15/02/2021, às 07h56 - Atualizado às 16h45

Mutirão visa negociar dívidas de clientes com o comércio em Campo Grande. (Foto: Leonardo de França, Midiamax)
Mutirão visa negociar dívidas de clientes com o comércio em Campo Grande. (Foto: Leonardo de França, Midiamax) - Mutirão visa negociar dívidas de clientes com o comércio em Campo Grande. (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) prepara o 1º mutirão de conciliação do ano, que será realizado de 8 a 19 de março. O evento é voltado para ajudar clientes a negociar dívidas com as empresas credoras.

Nesta semana terminou o prazo para as empresas interessadas participarem da ação. Agora, os estabelecimentos estão fazendo o levantamento de quantos clientes estão em dívida e qual o valor que pretendem negociar.

Assim, os consumidores que poderão negociar serão convidados a participar da conciliação via e-mail, telefone, SMS e também por carta. As empresas  contarão com o apoio de um conciliador capacitado pelo Tribunal de Justiça (TJMS), para a realização das audiências de negociações dos débitos, entre outros benefícios.

Para que as negociações entre as empresas e os consumidores ocorram com total segurança, a Associação Comercial informou que manterá o plano de biossegurança executado durante a última edição da campanha Nome Limpo, em novembro passado.

Os conciliadores vão conduzir as audiências por videoconferência e os representantes das empresas credoras também participarão de forma online. Os clientes convidados a negociar suas pendências vão se dirigir até a Associação Comercial, com horário agendado, e deverão seguir as recomendações de segurança que serão instruídas durante o agendamento, e reforçadas no local por uma equipe responsável.

“Estamos vivendo um ano atípico, mas precisamos continuar apoiando a retomada da economia. Por isso, vamos manter o formato de atendimento utilizado com sucesso na última campanha de negociação, para que a ação ocorra de forma segura e satisfatória”, explica a gerente de negócios da entidade, Letícia Ribeiro.

A Campanha Nome Limpo, realizada fim do ano passado, negociou R$ 3 milhões em dívidas de cerca de 1,2 mil clientes.

Jornal Midiamax