Cotidiano / Economia

Com expectativa de vender mais que 2020, Dia dos Pais já movimenta Centro de Campo Grande

Lojas já estão decoradas e clientes começam a procurar por presentes para o dia 8 de agosto

Gabriel Maymone e Gabriel Neves Publicado em 26/07/2021, às 13h03

Lojas já adesivaram fachadas para chamar clientes para o Dia dos Pais 2021
Lojas já adesivaram fachadas para chamar clientes para o Dia dos Pais 2021 - Marcos Ermínio / Midiamax

Com o avanço da vacinação e a melhora na pandemia do coronavírus, a expectativa para o Dia dos Pais este ano é de superar em 54% as vendas registradas no ano passado. Assim, a data já movimenta o Centro de Campo Grande.

Com a loja já enfeitada e preparada para atender aos filhos em busca de presentes, o gerente de uma loja de calçados, Rafael Alexandre, disse que o estabelecimento investiu na parte visual, com campanhas, banners, promoções e formatação da vitrine, mas a 'empolgação' ainda é contida. "Não aumentamos o estoque dessa vez, pois as vendas ainda estão baixas por conta da pandemia. A expectativa não é excelente, mas é boa, vai ter aumento nas vendas e nos lucros", pontuou.

Em busca de presentes

O dia 8 de agosto será o primeiro Dia dos Pais do trabalhador rural Dener de Souza, 29 anos, que estava no Centro com a esposa em busca do seu 1º presente como papai. "Esse ano a missão vai ser dela. Ela vai dar presente no lugar das crianças", disse.


Será o primeiro Dia dos Pais de Dener - Foto: Marcos Ermínio / Midiamax

O jovem Max William, 18, que é estudante e trabalha como menor aprendiz, já sabe o que vai dar para o pai este ano: um jogo de facas, já que o pai gosta de cozinhar. Sobre o valor que vai gastar, o rapaz confessa que vai ver o que sobra do salário para encontrar o produto ideal para seu bolso.

Já a estudante Dhemili Vitória, 19, declarou que irá presentear o pai com um perfume que sabe que ele gosta. "Todo ano dou alguma coisa diferente, esse ano vai ser o perfume", detalhou.


Dhemili disse que irá comprar perfume para o pai este ano - Foto: Marcos Ermínio / Midiamax

Aumento de vendas

Pesquisa da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de MS) aponta que, em todo o Estado, a expectativa é de que haja aumento de 54% , sendo que a data deve movimentar R$ 201,16 milhões entre gastos com presentes e comemorações.

Somente no comércio de Campo Grande a estimativa é de que sejam injetados R$ 67,8 milhões na economia. 

Os presentes mais indicados pelos entrevistados para os pais são: perfumes/loção pós-barba (22%), calçados (21%) e relógio (12%).

Jornal Midiamax