Cotidiano / Economia

Com duas lojas em Campo Grande, Extra anuncia fim das operações após compra pelo Assaí

Segundo grupo, 70% das lojas do Brasil serão operadas pelo Assaí; haverá fechamentos

Aliny Mary Dias Publicado em 15/10/2021, às 11h03

Extra tem duas lojas em Campo Grande
Extra tem duas lojas em Campo Grande - Foto: Reprodução

A rede de hipermercados Extra, com 71 lojas no Brasil e duas delas em Campo Grande, encerrará as atividades no país. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (15) pelo Grupo Pão de Açúcar, dono da marca. Os hipermercados serão convertidos em atacarejos do Assaí, que adquiriu a rede Extra por R$ 5,2 bilhões. 

Recentemente, o Jornal Midiamax noticiou a expansão de supermercados no modelo atacarejos em Mato Grosso do Sul. Em fevereiro do ano passado, foi anunciado o fechamento da única loja do Extra em Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o grupo, as lojas existentes no país serão transformadas no modelo cash & carry, os tradicionais atacarejos. A rede ainda não detalhou se as duas lojas instaladas em Campo Grande, uma na rua Maracaju e outra na Joaquim Murtinho, serão transformadas em lojas da rede Assaí ou se serão fechadas.

Conforme a imprensa nacional especializada, os 71 pontos do Extra que fazem parte da transação representam 70% das lojas de toda a rede. Outras 32 lojas não foram compradas pelo Assaí, dessas 28 se transformarão em mercados Pão de Açúcar e outras quatro serão fechadas. 

A transação de compra, ao custo de R$ 5,2 bilhões, será paga de forma parcelada até janeiro de 2024. Segundo Jorge Faiçal, CEO do Grupo Pão de Açúcar, a saída do segmento de hipermercado visa intensificar o foco e a aceleração da expansão dos negócios de maior rentabilidade da companhia "por meio dos segmentos premium e de proximidade". Nos últimos 10 anos, o Assaí abriu 150 lojas no Brasil. 

Jornal Midiamax