Cotidiano / Economia

Campo Grande tem 2ª maior inflação acumulada em 12 meses entre capitais, aponta IBGE

No período, preços ficaram, em média, 10,9% mais caros

Gabriel Maymone Publicado em 09/06/2021, às 12h53

Campo Grande tem inflação acumulada de 10,91% em 12 meses
Campo Grande tem inflação acumulada de 10,91% em 12 meses - Henrique Arakaki / Midiamax

Com variação de 0,97% em maio, Campo Grande tem alta de 10,91% no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) no acumulado dos últimos 12 meses. O aumento é o 2º mais alto entre as capitais pesquisadas, conforme divulgado na manhã desta quarta-feira (09) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Para o resultado de maio, o maior peso foi o preço da energia elétrica, que teve variação de 10,27% em Campo Grande, atrás apenas de Recife (11,93%) e Salvador (10,54%).

Outro item que pesou no bolso do cidadão em maio foi a gasolina, que voltou a subir2,87% no mês após recuo de 0,44% em abril. No acumulado de 2021, o combustível ficou 24,70% mais caro.

Conforme o IBGE, na alimentação, o que mais pesou continua sendo as carnes, que apresentaram reajuste de 2,24% em maio e subiram 38% nos últimos 12 meses.

Jornal Midiamax