Cotidiano / Economia

Campo Grande ocupa 9ª posição entre as capitais com maior saldo positivo de emprego

A pesquisa do IBGE mostrou que foram 6.342 postos de trabalho na capital

Mariane Chianezi Publicado em 27/05/2021, às 16h40

None
De arquivo, Midiamax

De acordo com os registros do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), no período de janeiro a abril de 2021, o saldo de empregos foi de 6.342 postos de trabalho em Campo Grande, com variação percentual do emprego de 3,21%, ou seja, um crescimento em relação ao volume de vagas ofertadas no mercado de trabalho se comparado ao mesmo período do ano anterior.

No Ranking das Capitais, com relação ao saldo de emprego registrado, a capital sul-mato-grossense ocupa a 9ª posição ficando à frente de cidades como Fortaleza/CE, em 10ª.

Na Capital, no mês de abril o saldo total de empregos ficou positivo em 1.141 postos de trabalho, sendo que os três segmentos que mais contrataram foram: Serviços (758), Comércio (240), Construção Civil (142). A publicação do Caged diz ainda que durante o período de janeiro a abril deste ano, o saldo positivo dos postos de trabalho ficaram em 6.342 sendo que, o setor de Serviços continua liderando com 4.184, seguido por comércio com 1.273, Construção Civil com 646, Indústria 176 e, por último, Agropecuária com 63 postos de trabalho.

Segundo o Observatório do Mercado de Trabalho, os números da Fundação Social do Trabalho (Funsat) apontam que, de janeiro a abril de 2021, foram registrados na agência de emprego da Fundação 2.123 atendimentos de pessoas interessadas em inserir-se no mercado de trabalho em Campo Grande – MS.

Além disso, foram inscritas 471 pessoas, captadas 1.070 vagas e foram encaminhados 1.558 candidatos para seleção de emprego. Destes, foram colocados, ou seja, foram admitidas formalmente no mercado de trabalho 121 pessoas. Houve 1.047 requisições de seguro desemprego e foram emitidas 371 carteiras de trabalho.

Jornal Midiamax