Cotidiano / Economia

Saque do FGTS seguirá mesmo modelo de auxílio emergencial de R$ 600

O saque de R$ 1.045 do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) da Caixa Econômica Federal seguirá o mesmo modelo do auxílio emergencial de R$ 600. O calendário para o saque ainda não foi divulgado. O valor só poderá ser usado em compras com o cartão de débito virtual ou para pagamentos de […]

Thatiana Melo Publicado em 11/06/2020, às 15h13 - Atualizado em 12/06/2020, às 09h49

Foto: (Ilustrativa)
Foto: (Ilustrativa) - Foto: (Ilustrativa)

O saque de R$ 1.045 do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) da Caixa Econômica Federal seguirá o mesmo modelo do auxílio emergencial de R$ 600. O calendário para o saque ainda não foi divulgado. O valor só poderá ser usado em compras com o cartão de débito virtual ou para pagamentos de contas e boletos.

Faltam quatro dias para a liberação dos valores para quem tem direito ao saque. Os pagamentos liberados no valor de um salário mínimo devem seguir até 31 de dezembro. Ainda segundo o site Notícias e Concursos, será possível cancelar a transferência ou aguardar o prazo chegar ao fim para o dinheiro voltar automaticamente para a conta.

O cronograma completo para os saques do FGTS deve ser anunciado na próxima semana. O calendário do saque do FGTS será feito a partir do mês de nascimento do trabalhador. Todos que têm conta no FGTS, seja ela ativa ou inativa, terão direito ao saque emergencial.

Cerca 30,7 milhões de trabalhadores vão poder sacar todo seu recurso no FGTS, o que dá 50% do total. Até 80% das contas serão zeradas com o saque; R$ 16 bilhões serão liberados para 45,5 milhões de trabalhadores que têm até 5 salários mínimos de saldo no FGTS.

Jornal Midiamax