Cotidiano / Economia

Proposta quer estender pagamento do auxílio emergencial até março

O Projeto de Lei n° 5495, de 2020 propõe estender o auxílio emergencial e prorrogar o estado de calamidade pública até o dia 31 de março de 2021. A proposta foi protocolada pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Esperidião Amin (PP/SC). O texto inicial diz que: “Fica instituído, até 31 de março de 2021, o auxílio […]

Gabriel Maymone Publicado em 27/12/2020, às 11h07 - Atualizado às 11h17

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil) - (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Projeto de Lei n° 5495, de 2020 propõe estender o auxílio emergencial e prorrogar o estado de calamidade pública até o dia 31 de março de 2021. A proposta foi protocolada pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Esperidião Amin (PP/SC).

O texto inicial diz que: “Fica instituído, até 31 de março de 2021, o auxílio emergencial residual a ser pago em parcelas mensais no valor de R$ 300,00 (trezentos reais) ao trabalhador beneficiário do auxílio emergencial de que trata o art. 2º da Lei nº 13.982, de 2 de abril de 2020, a contar da data de publicação desta lei”. Veja o texto na íntegra neste link.

Alessandro Vieira fala em estabilidade social e emitiu uma opinião no Twitter, na data em que apresentou o projeto, no dia 14 de dezembro. “Por conta da inércia do governo federal, é impossível ter um programa nacional de vacinação em execução antes de março. É preciso garantir o mínimo de estabilidade social até lá. Por isso apresentei o PL 5495, que estende o auxílio emergencial e o estado de calamidade até 31/03”, explica Vieira.

Jornal Midiamax