Cotidiano / Economia

Exportações do agronegócio do Brasil em abril atingem US$ 10 bilhões

O Brasil bateu em abril recorde nas exportações do agronegócio. É a primeira vez que o país ultrapassa a barreira de US$ 10 bilhões.

Produção Publicado em 15/05/2020, às 17h37

Divulgação Ministério da Agricultura
Divulgação Ministério da Agricultura - Divulgação Ministério da Agricultura

O Brasil bateu em abril recorde nas exportações do agronegócio. É a primeira vez que o país ultrapassa a barreira de US$ 10 bilhões. Segundo o Ministério da Agricultura, o recorde das vendas externas para os meses de abril ocorreu em abril de 2013, quando o Brasil exportou US$ 9,65 bilhões. O montante de abril deste ano (US$ 10,22 bilhões) foi 25% superior aos de abril de 2019 (US$ 8,18 bilhões).

O principal mercado foi a China que comprou 11,79 milhões de toneladas ou 72,3% da quantidade total exportada. A receita das vendas da soja em grão, em abril deste ano, saltou de US$ 3,30 bilhões (abril/2019) para US$ 5,46 bilhões (abril/2020), crescimento de US$ 2,16 bilhões. Com mais dinheiro no mercado, os produtores já estão de olho nos arados à venda e demais máquinas que serão importantes para garantir a próxima safra.

Essa elevação aliada à redução da demanda pelos demais produtos da balança comercial (-27,1%) ajudou a aumentar a participação dos produtos do agronegócio no total exportado pelo Brasil. A participação do agronegócio nas exportações brasileiras no mês estudado atingiu o patamar recorde de 55,8%. Em abril de 2019, a participação foi de 42,2%.

No primeiro quadrimestre deste ano, as exportações brasileiras do agronegócio somaram US$ 31,40 bilhões, alta de 5,9% em relação ao mesmo período no ano anterior.

Setor de peças funcionando

Segundo o Ministério da Agricultura, mesmo com a pandemia do coronavírus as empresas que produzem peças e máquinas não deixaram de atender o setor agropecuário, garantindo a produção de tratores, colheitadeiras, perfurador de solo, essenciais para o plantio e colheita dos grãos.

Jornal Midiamax