Cotidiano / Economia

Com previsão de R$ 2 bilhões, FCO deve iniciar operações na 1ª semana de janeiro

O FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) deve ter início na primeira semana de janeiro de 2020. Neste ano, estão previstos R$ 2 bilhões. O CMN (Conselho Monetário Nacional) manteve os valores vigentes para a composição da taxa de juros e a decisão é positiva para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. As […]

Vinícius Costa Publicado em 01/01/2020, às 18h25 - Atualizado em 02/01/2020, às 08h44

Reunião em outra ocasião tratando do tema do FCO. (Foto: Governo do Estado)
Reunião em outra ocasião tratando do tema do FCO. (Foto: Governo do Estado) - Reunião em outra ocasião tratando do tema do FCO. (Foto: Governo do Estado)

O FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) deve ter início na primeira semana de janeiro de 2020. Neste ano, estão previstos R$ 2 bilhões. O CMN (Conselho Monetário Nacional) manteve os valores vigentes para a composição da taxa de juros e a decisão é positiva para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

As taxas de juros que geralmente são aplicadas pelo FCO passaram por remodelação no final de 2017, o que gerou semelhanças às taxas atribuídas ao TLP (Taxa de Longo Prazo). Essa mudança impõe que o tipo de negócio realizado e em qual município será feito o investimento vai influenciar diretamente nas taxas de juros do FCO.

“Temos a expectativa de pequena redução na taxa de juros, mas não impactada pela remodelagem do setorial das atividades. Com orçamento de R$ 2 bilhões, a previsão é iniciar as operações do FCO no Estado na primeira semana de janeiro”, afirma o presidente do Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO, Secretário Jaime Verruck.

O Conselho Monetário manteve os anos vigentes para os financiamentos, sendo vinculados entre 2020 e 2023. A Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) é responsável pela administração dos recursos do fundo em Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax