Cotidiano / Economia

Caixa libera pagamento de R$ 1.045 do FGTS na 2ª; veja como consultar

Saque do FGTS na Caixa Econômica Federal pode ser liberado a partir desta segunda-feira, no valor de R$ 1.045

Cleber Rabelo Publicado em 13/06/2020, às 08h59 - Atualizado às 20h21

(De arquivo | Leonardo de França)
(De arquivo | Leonardo de França) - (De arquivo | Leonardo de França)

A CEF (Caixa Econômica Federal) deve liberar a partir da próxima segunda-feira (15), os saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no valor de 1.045 a todos os 60,8 milhões de trabalhadores brasileiros, que tem contas ativas e inativas do fundo.

O saque foi estabelecido pela Medida Provisória MP 946/2020, publicada em abril pelo Ministério da Economia, com o objetivo de minimizar os impactos do novo coronavírus. O banco ainda não divulgou o cronograma com as datas em que o trabalhador poderá retirar o benefício, a estatal informou, apenas, que a divulgação deve ocorrer ‘nos próximos dias’.

Ainda conforme a Caixa, o pagamento deve seguir o mesmo modelo adotado para o auxílio emergencial. Os trabalhadores vão receber o crédito em conta, quem preferir sacar em espécie, terá que esperar alguns dias. Vale ressaltar que o calendário de pagamento do FGTS também é ordenado por mês de nascimento.

Diferentemente do saque imediato, o valor liberado agora é pelo total de contas. Assim, ninguém poderá tirar mais de R$ 1.045, mesmo que tenha duas ou mais ativas.

Como resgatar o dinheiro

No site da Caixa

  • Acesse www.caixa.gov.br/extrato-fgts;
  • Insira seu NIS ou seu CPF e clique em “Cadastrar senha”;
  • Após ler o regulamento, clique em “Aceito”;
  • Preencha seus dados pessoais;
  • Crie uma senha com até 8 dígitos, com letras e números, e confirme. Você irá para a tela de login novamente;
  • Preencha os campos com NIS ou CPF, insira a senha cadastrada e clique no botão “Acessar”.

Pelo Aplicativo

  • Faça o download do app FGTS;
  • Selecione a opção “Cadastre-se”;
  • Preencha todos os dados solicitados: CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e cadastre uma senha de acesso;
  • A senha deve ser numérica, com seis dígitos. Quem já usava o app pode repetir o mesmo número de senha que usava antes;
  • Depois de incluir seus dados, clique no botão “Não sou um robô”;
  • Você vai receber uma confirmação no endereço de e-mail informado. Acesse-o e clique no link que foi enviado;
  • Após o cadastramento, abra o app e informe o “CPF” e “senha”;
  • Após o login, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre sua vida funcional;
  • Após responder a essas perguntas, você deve ler e aceitar as condições de uso do app, clicando em “Concordar”.
Jornal Midiamax