Cotidiano / Economia

Black Friday começa com clientes dispostos a ‘caçar’ descontos para não cair em fraudes

Logo no início da manhã fila já se formava em loja, mas clientes garantem que vão rodar o Centro para os melhores preços da Black Friday

Gabriel Maymone Publicado em 27/11/2020, às 08h16 - Atualizado às 14h48

No início da manhã, fila já se formava em loja no Centro. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
No início da manhã, fila já se formava em loja no Centro. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - No início da manhã, fila já se formava em loja no Centro. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

O início da manhã desta sexta-feira (27) de Black Friday foi morno no Centro de Campo Grande, com algumas âncoras abertas e pouco movimento. Apesar de as primeiras horas da manhã estarem mais paradas, a expectativa do comércio é grande.

Logo cedo, o alvo dos clientes em busca dos grandes descontos era a Magazine Luiza, que já estava com fila. Alguns que estavam cedo na loja afirmaram que vão prestar atenção aos preços para não comprar nada ‘pela metade do dobro’.

É o caso da trabalhadora do lar, Elaine Pereira, 33 anos, que admitiu “descer a 14 [Rua 14 de Julho] atrás do melhor desconto”. Ela e o marido estão atrás de uma cama box e esperam conseguir um desconto de 40% no preço do móvel. “Para compensar a espera tem que ser pelo menos 40%”.

Já é a terceira Black Friday do casal, que garantiu encontrar mais fraude do que desconto de verdade. “Tem que procurar bastante, pois o que mais tem é ‘Black Fraude’. É complicado, pois na mesma loja você encontra desconto de verdade, mas tem que procurar bastante para fazer bom negócio”, afirmou.

Black Friday
Elaine Pereira disse que vai rodar o Centro atrás do melhor desconto. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Para Arsênia da Silva, que também estava na fila da rede varejista, disse que não tem um foco específico, “mas se achar alguma coisa barata vou comprar”. Ela comentou que não espera a data para comprar algum produto que deseja. “Sempre encontro coisas legais, mas tem que procurar bastante para encontrar desconto que vale a pena”, observou.

Black Friday

O gerente da Magazine Luiza, Anderson Ambrósio, destacou que a loja está preparada para atender todas as medias de biossegurança, mas a prioridade são as vendas à distância.

Entretanto, os descontos são os mesmos para quem deseja comprar online ou na loja física. Ele destacou que o maior desconto da loja é de 80% no jogo de vídeo game PS4, que está de R$ 39,90 por R$ 7,90.

Black Friday
Maioria das lojas aguardava às 8h para abrir as portas. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Aos poucos as lojas começam a abrir e os clientes começam a comparecer nas ruas do Centro. Pesquisa da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul) aponta que a Black Friday 2020 deve movimentar R$ 200 milhões na economia do estado.

Jornal Midiamax