Cotidiano / Economia

Dia das Mães deve movimentar mais de R$ 200 milhões, segundo Fecomércio

Presentes e comemorações são principais intenções de consumo

Ana Clara Santos Publicado em 23/04/2018, às 17h03 - Atualizado às 17h12

None

Faltando menos de um mês para o Dia das Mães, comemorado este ano no dia 13 de maio, a Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), por meio do seu Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IPF/MS), em parceria com o Sebrae-MS, divulgou nesta segunda-feira (23), a pesquisa de intenções de consumo para data. De acordo com a Instituto, 70% dos consumidores vão às compras e com isso a economia de Mato Grosso do Sul deve receber uma injeção de R$ 202,69 milhões.

Em todo o estado, as movimentações no comércio serão feitas por meios das compras de presentes e das comemorações do dia 13 de maio. As opções de presentes são lideradas por itens de uso pessoal como roupas, calçados, bolsas e acessórios, já nas comemorações as quais serão feitas, de preferência, em casa ou na casa de familiares, a intenção é gastar R$ 97,28 milhões em comidas e bebidas.

O presidente da Fecomércio-MS e IPF/MS, Edison Araújo, afirma que a pesquisa aponta um aumento nas movimentações financeiras em relação ao ano passado.  “As expectativas estão mais otimistas, para o comércio, em praticamente todos os municípios abordados. Em relação ao ano passado, projeta-se um aumento na movimentação financeira de 21,55% com presentes e de 32,61% com as comemorações e isso é muito positivo”, avalia.

Levando em conta as intenções de consumo e comemorações, em Campo Grande serão movimentados R$ 51,16 milhões, dos quais 56% serão com presentes e 43, 86% será com comemorações.

De acordo com a pesquisa, na Capital a pretensão de presentear é de um pouco mais da metade dos consumidores, os quais representam 57,25% dos pesquisados, sendo que desses, 72,93% darão apenas um presente e, apesar dos indicadores apontarem que a principal figura a ser presenteada é a mãe, ainda há quem pretenda dar um algo para esposa, avó, sogra, tia, irmã, madrasta, madrinha e até namorada.

Dos consumidores pesquisados, apenas 3,04% irão às compras antecipadamente e 60% tem planos de adquirir os presentes na semana do Dia das Mães. E em relação aos locais de compra, os mais procurados serão as lojas do centro, seguidas pelas lojas de bairro, que passaram na frente dos shoppings, com 12,82% das intenções. Também serão considerados compras nos países vizinhos, com 1,28% das pretensões.

Além de Campo Grande, a pesquisa ouviu consumidores de Aparecida do Taboado, Aquidauana, Anastácio, Chapadão do Sul, Corumbá, Ladário, Bonito, Naviraí, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas, totalizando 2.509 pessoas.

A pesquisa tem um nível de confiança de 95% e margem de erro que variam entre 5% e 8%.

Jornal Midiamax