Cotidiano / Economia

Trabalhadores de usina buscam apoio para salvar 5 mil empregos em Dourados

Sindicalista tranquilizou os tabalhadores afirmando que não haverá demissões e nem atraso de salários.

Midiamax Publicado em 09/06/2017, às 14h14

None

Sindicalista tranquilizou os tabalhadores afirmando que não haverá demissões e nem atraso de salários.

Representantes dos trabalhadores da Usina São Fernando, que teve sua falência decretada ela justiça na tarde de ontem, reuniram-se na manhã de hoje na Câmara Municipal de Dourados com a presidente da casa vereador Daniella Hall e com o vereador Braz Melo pedindo apoio das autoridades na luta para salvar os quase cinco mil empregos diretos e indiretos.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Açúcar, Etanol e Bioenergia de Dourados e Ponta Porã, Donizetti Aparecido Martins ao abrir a reunião tranquilizou os milhares de trabalhadores que depende da Usina de que o processo de falência não interfere na manutenção dos postos de trabalho e de que não haverá atraso de salários.

Donizetti apresentou a presidente da Câmara a situação da empresa e a sua importância para a economia de Dourados e região e pediu a união de toda a classe política para tentar salvar a Usina que é um patrimônio da população.Trabalhadores de usina buscam apoio para salvar 5 mil empregos em Dourados

A presidente da Câmara afirmou que o Poder Legislativo vai apoiar a luta dos trabalhadores e que Dourados vai perder muito que a usina não for salva. O vereador Braz Mello disse que vai manter contatos com os membros da Bancada Federal de Mato Grosso do Sul na Câmara e no Senado para buscar soluções para esta crise.

O presidente do Sindicato afirmou que está pedindo à presidente da Câmara que na próxima sessão ordinária de segunda-feira a Tribuna Livre será usada pela entidade para falar sobre o assunto. “Vamos levar para a câmara o maior numero possível de trabalhadores que estão vivendo momentos de angustia para mostrar a relevância da questão da falência e pedir a união de toda a comunidade”, disse Donizetti.

A ação que culminou com o pedido de falência tramita na 5ª Vara Cível do município e está a cargo do juiz Jonas Hass Silva Junior que em sua decisão modificou a recuperação judicial a qual a empresa se encontrada para a falência.

Com a falência, as empresas São Fernando Açúcar e Álcool, São Fernando Energia I Ltda, São Fernando Energia II Ltda, São Marcos Energia e Participações Ltda e São Pio Empreendimentos e Participações”, ficarão submetidas à administradora judicial Vinicius Coutinho Consultoria e Perícia S/S Ltda.

Assista ao vídeo.

Jornal Midiamax