Cotidiano / Economia

Prefeitura doa R$ 8,9 milhões em imóveis para 11 empresários na Capital

Empresas foram incluídas no Prodes e receberam incentivos fiscais

Joaquim Padilha Publicado em 08/08/2017, às 13h21

None

Empresas foram incluídas no Prodes e receberam incentivos fiscais

A Prefeitura Municipal de Campo Grande sancionou nesta terça-feira (8) a doação de imóveis públicos avaliados em R$ 8,9 milhões a onze empresas da capital, no âmbito do Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande). Além dos imóveis, as empresas também receberão incentivos fiscais.

Outras seis empresas também foram beneficiadas com isenções de impostos, que incluem a redução de 30% a 50% das arrecadações com IPTU, assim como a isenção de taxas de ISSQN incidente sobre obras de construção nos imóveis onde as empresas se localizam.

Três das empresas ainda terão qualificação da mão de obra em convênio com a Funsat (Fundação Social do Trabalho). A sanção à inclusão das empresas no Prodes foi assinada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD).

As 17 empresas beneficiadas com os incentivos fiscais e doação de imóveis foram incluídas no Prodes após aval do Codecon (Conselho Municipal de desenvolvimento Econômico) e aprovação dos projetos na Câmara de Vereadores de Campo Grande, no mês passado.Prefeitura doa R$ 8,9 milhões em imóveis para 11 empresários na Capital

O Prodes é um programa criado na gestão do ex-prefeito André Puccinelli (PMDB), que tem como objetivo atrair grandes e pequenos investidores para a Capital, com a doação de terrenos e isenção de impostos.

Entre as empresas recentemente incluídas no programa estão a Viação Cidade Morena, que recebeu a redução de IPTU por três anos, a Leroy Merlin  que recebeu isenção de ISSQN e qualificação de mão de obra, e a Neurosoft, que recebeu imóvel no valor de R$ 354 mil, além de incentivos fiscais.

Jornal Midiamax