Receita se manteve praticamente

 

O desaquecimento da economia diminuiu o volume do setor de serviços sul-mato-grossense em março. De acordo com publicação divulgada nesta sexta-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o setor recuou 6% frente mesmo período do ano passado.

Setor de serviços de MS cai 6% em março, segundo IBGEEm janeiro e fevereiro, o volume estava em evolução, 3,8% e 1%, respectivamente. No acumulado do ano, a queda no volume do setor foi de 0,6% e nos últimos 12 meses 0,1%.

A receita em março deixou Mato Grosso do Sul com resultado praticamente igual ao do ano passado, com uma leve alta de 0,3%. No acumulado do ano o aumento é de 5,8% e nos últimos 12 meses 5,6%.

No país, o setor de serviços registrou queda de 5,9% na comparação com igual mês do ano anterior. Foram registradas variações negativas em: Serviços prestados às famílias (-3,8%); Serviços de informação e comunicação (-5,9%); Serviços profissionais, administrativos e complementares (-6,8%) e Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-7,2%). O segmento de Outros serviços registrou crescimento de 2,6%.