Cotidiano / Economia

Oitavo dia de greve fecha 82,5% das agências bancárias de Campo Grande e região

Não houve acordo na negociação

Tatiana Marin Publicado em 13/09/2016, às 21h34

None
greve-bancarios.jpg

Não houve acordo na negociação

O oitavo dia de greve dos bancários terminou sem uma proposta que atenda a categoria. Nesta terça-feira (13), 123 agências fecharam em Campo Grande e Região. Só na capital, das 120 agências, 99 ficaram sem atendimento hoje, representando uma adesão de 82,5%.

Não houve entendimento entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) com a sétima rodada de negociação que foi realizada nesta terça, em São Paulo. Os bancos voltaram a oferecer proposta de reajuste rebaixado com abono, porém a categoria rejeitou novamente. Uma nova reunião foi marcada para quinta-feira, às 16h, em São Paulo.

Até esta segunda-feira, no Brasil,  11.531 agências e 48 centros administrativos tiveram as atividades paralisadas, o que representa 48,97% de todas as agências do país. A mobilização cresceu 15%, na comparação com a sexta-feira (9).

A classe reivindica reajuste de 14,78%, sendo 5% de aumento real e 9,78% de correção da inflação. As outras reivindicações da categoria são: combate às metas abusivas e ao assédio moral, fim das demissões, ampliação das contratações, combate às terceirizações e à precarização das condições de trabalho, mais segurança nas agências bancárias e auxílio educação.

Jornal Midiamax