Cotidiano / Economia

Terceira melhor data para comércio, Dia dos Namorados deve ajudar nas vendas

Comércio começa a se movimentar em relação ao Dia dos Namorados

Midiamax Publicado em 20/05/2015, às 11h00

None
img-20150519-wa0213.jpg

Comércio começa a se movimentar em relação ao Dia dos Namorados

A dez dias para o mês de junho o comércio começa a se movimentar em relação ao Dia dos Namorados, comemorado no dia 12. Para os comerciantes a expectativa é que tenha um aumento de 10% nas vendas, a data é considerada a terceira melhor para o comércio para ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande). A primeira é o Natal e a segunda é o Dia das Mães.

De acordo com a ACICG, em 2014, 43% dos consumidores tinham intenção de compra de R$ 51,00 e R$ 100,00 e representando 25% iam gastar de R$ 101,00 a R$ 200,00 e 11% dos entrevistados pretendiam gastar entre R$ 201,00 e R$ 350,00 para compra de presentes para Dia dos Namorados.

A pesquisa da ACICG mostrou que 71% dos entrevistados em 2014 tinham a intenção de compra de presentes. O supervisor de uma rede de sete lojas, que vende jóias e semi-jóias, André Maakaroun, disse que para a empresa essa é a segunda melhor data do comércio, ultrapassando o Dia das Mães.

“Aqui nós vendemos lingerie e artigos eróticos, além da jóia e semi-jóia. Nossos produtos são bastante procurados”, afirmou.

O supervisor garantiu que o que mais vende são alianças e para homens interessados em pedir alguém em namoro. “As mulheres compram mais a lingerie, mas os homens são maioria nas vendas e eles compram muitas alianças”.

Ainda de acordo com Maakaroun, para a data os estoques são reforçados e alguns remanejamentos são feitos para dar conta de demanda. “Vem alguém da produção para ajudar no pacote ou alguém do estoque para o caixa, só assim para atender todo mundo”.

Além de alianças, outro produto que é muito procurado é o perfume. Segundo a gerente de uma filial de perfumes em Campo Grande, Tarina Polidoro, as vendas em 2013 aumentaram significativamente e a expectativa é que aumente pelo menos 10%.

Para a rede, o Dia dos Namorados é a terceira melhor data e os pedidos de perfumes masculinos e femininos já começaram a ser feitos. “Temos que começar a fazer para ter bastante opção dos dois lados”, ressaltou.

Tarina diz ainda que a empresa realiza contratos temporários para o setor de vendas e pacote. “Nas vendas a porcentagem é de 50% para homem e 50% para mulher. Sai muito perfume para os dois gêneros”.

A gerente de uma loja de roupas femininas, Daniela Braga, tem uma expectativa melhor de vendas para o Dia dos Namorados. Segundo Daniela a empresa espera que tenha um aumento nas vendas de 60%. “Como aqui a maioria é para presente geralmente vendamos mais de uma peça”.

Daniela acredita que as compras devem ser realizadas a vista e que os consumidores não devam gastar mais que R$ 150. “Ninguém quer parcelar, todo mundo anda pagando a vista e acho que deve manter esse ritmo”, concluiu. 

Jornal Midiamax