Indústrias fecham com saldo negativo pelo 4º mês consecutivo

Em seis meses houve queda de 84% nos postos de trabalho
| 27/07/2015
- 19:25
Indústrias fecham com saldo negativo pelo 4º mês consecutivo

Em seis meses houve queda de 84% nos postos de trabalho

Pelo quarto mês consecutivo as indústrias de Mato Grosso do Sul fecham com saldo negativo na abertura de empregos. Em junho foram 944 vagas fechadas, em um total no acumulado do ano de 1.725 vagas.

De acordo com os dados levantados pelo Radar Industrial da Fiems (Federação das Indústrias do Estado de mato Grosso do Sul) as maiores reduções ficaram nos setores da construção civil com -387, seguida pelo setor têxtil e vestuário com – 184, química com – 128 e metalurgia com -107 postos de trabalho.

De janeiro a junho deste ano a pesquisa aponta uma diminuição de 84%, que a média historicamente obtida, de 16.221 vagas de emprego contra 2.569 postos. Em relação a maio deste ano houve queda de 0,54%, junho fechou com 131.890 trabalhadores formalmente empregados.

Os setores que tiveram saldo positivo com abertura de pelo menos 60 vagas foram a fabricação de açúcar, abate de suínos e pequenos animais, distribuição de energia elétrica, já 44 municípios registraram saldo positivo com a abertura de 2.571 vagas entre eles, Nova Andradina, Costa Rica, Maracaju, São Gabriel do Oeste, Angélica  e Chapadão do Sul.

Mas, 29 municípios do Estado registraram queda entre eles Campo Grande, Três Lagoas, Aparecida do Taboado, e Corumbá com o fechamento de 4.296 postos de trabalho.

 

Veja também

Em audiência de conciliação no Supremo Tribunal Federal(STF), realizada nesta terça-feira, 16, para tratar da...

Últimas notícias